BUSCAR
BUSCAR
Entrevista
Ubaldo sobre eleições presidenciais: “Entre Lula e Bolsonaro, eu esperaria uma terceira opção”
Deputado estadual pelo PL preferiu não se posicionar a favor nem de Lula, nem de Bolsonaro e diz até poder apoiar a reeleição da governadora Fátima Bezerra que, para ele, “conseguiu fazer muita coisa” no combate à pandemia. O parlamentar condena uso de CPI como palanque eleitoral
Redação
03/08/2021 | 08:00

Em uma entrevista exclusiva ao Agora RN, o deputado estadual Ubaldo Fernandes (PL) falou sobre atuação do seu mandato, analisou as gestões, estadual, municipal e federal, no contexto da pandemia. Ele também confirmou seu apoio ao ministro Rogério Marinho, que poderá ser candidato a senador. Indagado sobre eleições estadual e federal, Ubaldo disse que pode até apoiar a candidatura a reeleição da governadora Fátima Bezerra, mas entre Lula e Bolsonaro, optaria por um terceiro candidato.

Agora RN – Em dois anos de mandato, de que forma o senhor tem trabalhado pelo estado?

Ubaldo Fernandes – Nosso mandato tem sido um dos mais atuantes, mesmo com a pandemia. Só no primeiro semestre de 2021, tivemos 11 lei apresentadas e sancionadas pelo governo, além de várias emendas em prol dos municípios que estão passando por situação difícil nessa pandemia. O governo federal injetou muito recursos para os serviços básicos, porém, para controlar o povo, a tarefa foi difícil. Essa guerra de decretos confundiu todo mundo. Não houve uma coordenação nacional de combate à doença. A população ficou sem saber em quem acreditar, cada uma dizia uma coisa diferente, isso dificultou o trabalho nos estados e municípios.

Agora RN – De que forma o senhor avalia a gestão do governo Fátima, nesse contexto da pandemia?

Ubaldo Fernandes – A governadora recebeu muitos recursos do governo federal, porém ela ficou dependendo do plano nacional, mas consegui fazer muita coisa. Ela cumpriu o que o Plano Nacional de Imunização determinou, ela ficou dependendo disso. Os recursos são federais, isso fez com o ela ficasse engessada em função dessa dependência do governo federal. No meu entendimento, houve uma politização generalizada da doença, por todos os lados, isso foi ruim.

Agora RN – Como o senhor analisa a gestão federal?

Ubaldo Fernandes – No meu entendimento, deixou muito a desejar. As vacinas poderiam ter chagado mais cedo, com isso a população brasileira, poderia estar toda imunizada. Não houve uma coordenação de combate à doença.

Agora RN – Sobre a gestão municipal, qual sua análise?

Ubaldo Fernandes – A gestão de Álvaro Dias foi aprovada pela população. Então, analiso de forma bem positiva, apesar de todas as dificuldades que todos os prefeitos tiveram nesse período.

Agora RN – De que forma o senhor tem acompanhado as CPIs do Senado, Assembleia e possivelmente uma que será instalada na Câmara de Natal?

Ubaldo Fernandes – Olha, eu defendo que haja CPI, desde que não seja para gerar palanque eleitoral. Sou contrário a existir em um ano pré-eleitoral. A fiscalização e apuração dos fatos precisam acontecer dentro da prerrogativa de cada instituição, mas, para isso, não pode ser usado para que alguns utilizem do radicalismo para fazer palanque eleitoral. Precisa ocorrer de forma responsável, sem cor partidária.

Agora RN – Eleições 2022, quais são seus posicionamentos para Senado, Câmara Federal, Governo e Presidência?

Ubaldo Fernandes – Eu estou aguardando definirem os nomes, tudo ainda muito cedo. Hoje, o foco do PL, partido que faço parte, é priorizar a proporcional, tanto de deputados estaduais como federais. Pretendemos manter e, se possível, aumentar nossa bancada, que hoje tem três deputados, na Assembleia, e manter o deputado federal João Maia. Para o governo, vamos ver quais nomes serão postos. Hoje, estamos em uma situação na base da governadora na Assembleia Legislativa, mas não temos compromisso político. Precisamos saber os nomes para determinar uma posição. Hoje, não descartamos a possibilidade de apoiar a governadora Fátima Bezerra.

Agora RN – Como o senhor vê essa pré-candidatura do deputado Benes Leocádio ao governo?

Ubaldo Fernandes – É um bom nome, foi prefeito de Lages por cinco mandatos. Foi presidente da FEMURN, só não sei se empolga e se tem brilho para uma candidatura majoritária. Precisa da empolgação da população para enfrentar uma candidatura a majoritária.

Agora RN – Para o Senado, entre os três nomes possíveis, Jean Paul, Rogério Marinho e Fábio Faria, quem o senhor apoiaria?

Ubaldo Fernandes – Eu tenho aproximação com o ministro Rogério Marinho, ele tem atendido os pedidos dos políticos, e isso tem nos ajudado a atendermos as demandas do povo.

Agora RN – Lula e Bolsonaro, quem o senhor apoiaria hoje?

Ubaldo Fernandes – Esperaria uma terceira opção.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.