BUSCAR
BUSCAR
TV
Tino Marcos fala de briga com ex-jogador, revela motivo de saída da Globo e desabafa sobre Galvão: “fiquei quieto”
Repórter disse que já teve brigas com o Edmundo e falou sobre relação com Galvão Bueno
O Canal
23/07/2021 | 19:40

Tino Marcos resolveu abrir o jogo e surpreendeu ao revelar o nome do ex-jogador brasileiro com quem teve conflitos durante a sua carreira de mais de três décadas na Globo. Segundo o jornalista, Edmundo, que hoje em dia é comentarista, não era um bom nome para entrevista. As informações são do Portal O Canal.

“Já briguei com jogador, sim. Tinha muita dificuldade com o Edmundo sempre. O Edmundo era um cara que você não sabia muito bem qual era o Edmundo que você ia encontrar”, disse o ex jornalista da Rede Globo em entrevista ao canal Camisa 21, no YouTube.

Além disso, Tino Marcos ainda entregou: “Eu lembro que na seleção ele brincava que jogava no ‘Banguzinho’, que é aquela galera que não joga, que só treina. E tinha dia que a gente dava ‘bom dia’ e ele já mandava uma na lata. Tive algumas dificuldades com ele”, admitiu ele.

Tino Marcos entrega verdade sobre relação com Galvão Bueno

Então, Tino Marcos confirmou que sua amizade com Galvão Bueno é verdadeira e que eles nunca se estranharam. “Nunca briguei com o Galvão e se eu já fiquei p***, eu fiquei na minha, fiquei quieto”, comentou.

“No máximo, de querer falar, dar uma informação, pedir uma brecha para o Galvão e ele continuar falando. Não à toa o apelido dele é ‘papagaio’”, entregou o ex jornalista esportivo da Globo. “Não entrei na campanha ‘cala a boca, Galvão’. Eu sou suspeito. Com o Galvão, eu tenho uma história de amizade, além da parceria profissional. Então, nunca quis dizer isso. Achei até que ele foi muito bem na maneira como reagiu”, avaliou o famoso.

Além disso, ele falou sobre a sua saída da Globo no início do ano. “Na verdade, há muitos anos eu programava intimamente essa possibilidade de sair da Globo sem experimentar um desgaste maior. Eu queria que o casamento terminasse sem grandes conflitos”, explicou.

“Era um sonho que eu não sabia se teria condição de realizar, mas aos poucos isso foi se materializando”, disse ele. “Eu achei que simbolicamente seria legal (sair da seleção após a Copa América), e a direção entendeu muito bem que eu saísse naquele momento”, ressaltou o jornalista.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.