BUSCAR
BUSCAR
Oeste
Prefeita no interior do RN decreta toque de recolher e proíbe até banho de açude para conter avanço da Covid-19
Serrinha dos Pintos registrou até esta segunda-feira 18, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, 192 casos confirmados de Covid-19
Redação
19/01/2021 | 17:00

A Prefeitura de Serrinha dos Pintos, município localizado na região do Alto Oeste Potiguar, decidiu adotar uma medida drástica para conter o aumento no número de casos de Covid-19, a infecção provocada pelo novo coronavírus. A prefeita da cidade, Bárbara Teixeira (Progressistas), decretou uma espécie de toque de recolher pelas próximas duas semanas.

De acordo com o decreto, publicado nesta segunda-feira 18 no Diário Oficial dos Municípios, a circulação de pessoas pela cidade está proibida entre 22h e 4h. Quem for flagrado circulando na rua durante a madrugada terá de apresentar justificativa. Não está especificada a eventual punição em caso de descumprimento.

Ao editar o decreto, a prefeita Bárbara Teixeira disse que adotou a medida drástica considerando “a necessidade de controle da disseminação” do novo coronavírus.

Além do toque de recolher, a prefeita de Serrinha dos Pintos proibiu a abertura de bares, restaurantes e lanchonetes e a realização de qualquer tipo de festa que resulte em aglomerações, independente do horário. Até banhos em açudes estão proibidos, assim como a abertura de campos de futebol.

No decreto, a prefeita determina também que supermercados deverão operar com 50% da capacidade, além de adotarem medidas preventivas, como disponibilização de álcool em gel para funcionários e clientes e exigência do uso de máscaras.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.