BUSCAR
BUSCAR
Pet
Pastor Alemão: saiba tudo sobre a raça do “cão policial”
Considerado um cão de porte médio a grande, é mais longo do que alto. O macho tem 33 a 38 kg , fêmeas 27 e 32 kg. A altura do chão até o ombro no macho é de 65 cm, na fêmea até 60 cm
Estadão
23/12/2020 | 20:20

Como o nome diz, a raça Pastor Alemão teve sua origem na Alemanha, no final do século XIX. A intenção de criar um cão de trabalho, para pastoreio, utilizou cães de três regiões na Alemanha. Um dos filhotes gerados foi Horand von Grafath, o qual deu origem à raça Pastor Alemão que conhecemos até hoje. A ideia inicial era criar um cão para pastorear ovelhas, com força óssea, e agilidade. Características mantidas na seleção de animais até hoje.

Considerado um cão de porte médio a grande, é mais longo do que alto. O macho tem 33 a 38 kg , fêmeas 27 e 32 kg. A altura do chão até o ombro no macho é de 65 cm, na fêmea até 60 cm.

Alexandre Tavolari é médico veterinário, juiz de criação do do CBPA (Clube Brasileiro do Pastor Alemão), Proprietário do canil von Nürburgring, cria cães da raça há mais 35 anos e é um apaixonado de carteirinha. O veterinário explica que o temperamento e características físicas do Pastor Alemão o tornam uma raça muito versátil e resistente. “É um cão que se adapta a qualquer trabalho ou estilo de vida. Desde um casal de idosos a um perfil mais ativo” conta.

Existem alguns tipos de Pastor Alemão, como o de pelo curto (mais visto em filmes, na polícia e nas ruas) e o de pelo longo. As cores podem variar entre o capa preta (avermelhado com amarelo e como se fosse uma capa preta por cima), o preto, o bicolore o cinza. A cor branca não é conhecida pelo clube do pastor alemão. Por isso, criou-se um só para ele, chamado pastor suíço ou pastor canadense.

Por que o Pastor Alemão é o cão policial?

Segundo Alexandre, o Pastor Alemão tem um temperamento equilibrado, com aptidão ao trabalho, facilmente adestrável, com força grande na mordida e que responde muito bem às provas de coragem. Assim, a raça se torna muito boa para buscar pessoas em escombro, guarda, farejar de drogas e bombas. Tudo isso fez com que ele fosse eleito como o principal cão pela maior parte das polícias do mundo todo.

Para dar o sinal de que algo não está certo no ambiente, o Pastor Alemão late ou faz barulhos guturais. Por isso, é um cão que costuma latir bastante, principalmente quando em trabalho.

O Pastor Alemão é bravo ou dócil?

Se eu lembrar da minha infância, na década de 80, eu recordo o pavor que eu tinha dos cães da raça pastor alemão que minhas amigas tinham. Todos chamam Zeus ou algo do gênero e não toleravam crianças e pessoas estranhas. Dormiam de dia e eram soltos à noite para fazer a guarda da casa.

Todavia, Alexandre conta que o Pastor Alemão pode ser dócil e bravo ao mesmo tempo. “Normalmente é dócil, está sempre de bom humor. Mas se bem preparado, é o melhor guarda que existe. Faz as provas de proteção com muita força. É um cão dócil com a família que convive, mas um cão bravo, quando ele precisa ser” elucida.

Por que o Pastor Alemão tem a traseira baixa?

Segundo Alexandre, os primeiros cães da raça não possuíam essa característica da garupa mais baixa. “É uma característica anatômica que foi desenvolvendo com o tempo. Faz com que ele mecanicamente se movimente com menor esforço, facilitando o trabalho” pontua.

Por que ter um Pastor Alemão

Ao fazer essa pergunta ao Alexandre, ele prontamente respondeu “é injusto perguntar isso para quem é apaixonado pela raça”. Segundo ele, o Pastor Alemão é extremamente companheiro. “Ele conversa com os olhos. Ele é dócil dentro de casa e bem bravo quando precisa ser. Isso cativa as pessoas” confessa.

Mas é preciso ter alguns cuidados antes de adquirir um Pastor Alemão.

  • compre cães de criadores sérios, conscientes, experientes e responsáveis, que tratem os cães como membro da família e não objeto
  • os cães devem ter controle de saúde, de displasia coxo-femural e de cotovelo
  • deve ser um cão fruto de pedigree rosa ou pais selecionados para criação. Para ser selecionado tem que passar pela prova de raio-x, negativo para displasia, prova de aptidão ao trabalho e prova de seleção, onde um juiz de seleção, especializado na raça aprova o cão para reprodução e a prova de proteção.
  • o criador deve ser ligado ao CBPA (Clube Brasileiro do Pastor Alemão) que é a única associação afiliada a WUSV, que é a união mundial de criadores de pastores alemães.

Apesar de ter ficado famoso na década de 80 e 90, muitas pessoas ainda buscam a raça. Há um número de 5 a 6 mil registros de filhotes de Pastor Alemão por ano. Depois de tantos anos, estou revendo meu conceito sobre a raça. Talvez alguns poucos exemplares fizeram a fala de mau do Pastor Alemão.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.