BUSCAR
BUSCAR
Coluna
Notas e informes: Pró-Brasil
Redação
23/04/2020 | 00:50

O presidente Jair Bolsonaro delegou ao ministro da Casa Civil, o general Walter Braga Netto, a condução de um plano de retomada da economia, chamado de Pró-Brasil, sustentado na reativação de obras públicas com recursos do Tesouro, como forma de evitar uma escalada do desemprego. Inspirado no “Plano Marshall”, em referência ao programa dos EUA de recuperação de países aliados após da Segunda Guerra Mundial, o programa deve durar dez anos.

Obras

Só no âmbito do Ministério da Infraestrutura, a projeção é que o Pró-Brasil consuma cerca de R$ 30 bilhões em investimentos públicos para a retomada de cerca de 70 obras que estão paralisadas ou sendo tocadas abaixo da sua capacidade total. Entre elas, estão rodovias, ferrovias e terminais portuários.

Bares e restaurantes

Depois da Fecomércio e da FCDL, nesta quarta-feira foi a vez de o Sindicato dos Hotéis, Bares e Restaurantes cobrar do Governo do Estado um plano para “retomada gradual” da atividade econômica do RN. Apontando prejuízos para o setor com a quarentena, a entidade pede que, no Dia das Mães – este ano, em 10 de maio -, os bares e restaurantes possam funcionar no Estado, mesmo que com restrições.

Recurso de Lula I

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) agendou na madrugada de quarta-feira (22) o julgamento em plenário virtual de um recurso apresentado pelo ex-presidente Lula no caso do triplex do Guarujá. A análise do caso começou ontem à tarde e deverá continuar até o próximo dia 28. A defesa do petista reagiu à medida, alegando que houve curto prazo para manifestação da defesa.

Recurso de Lula II

De acordo com o advogado Cristiano Zanin Martins, o fato do recurso ter sido agendado para julgamento na madrugada do mesmo dia “está em manifesto descompasso com as disposições regimentais” da Corte.

Reitor interino

Repercutiu muito mal a decisão do MEC de nomear um reitor interino para o IFRN. A intervenção, provocada pelo fato de o reitor eleito estar respondendo a um processo administrativo disciplinar, foi interpretada por vários políticos e entidades como golpe na instituição.

Impeachment do chanceler

O deputado federal Fausto Pinato (PP-SP), que preside frente parlamentar Brasil-China na Câmara, ameaçou entrar com um pedido de impeachment do chanceler Ernesto Araújo por causa de críticas ao país asiático. O motivo foi o texto intitulado “Chegou o Comunavírus”, publicado pelo chanceler em seu blog pessoal. No texto, o ministro comenta um livro de Slavoj Zizek e denuncia “o jogo comunista-globalista de apropriação da pandemia para subverter (…) a democracia liberal”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.