BUSCAR
BUSCAR
Declaração
Nelter critica chapa Fátima-Walter-Carlos Eduardo: ‘Lamentável’
Deputado voltou a falar que governadora silencia promotores com promessa de vaga para desembargador no TJ
Adenilson Costa | Repórter de Política
21/05/2022 | 08:50

“Fátima Bezerra ajudou a derrotar Garibaldi re//centemente, ajudou a derrotar Carlos Eduardo Alves e Walter Alves e agora esse povo se junta a ela, se rende. É lamentável”, falou o deputado estadual Nelter Queiroz (PSDB), a respeito da chapa majoritária da governadora Fátima Bezerra (PT), formanda ainda pelo presidente estadual do MDB e deputado federal Walter Alves como pré-candidato a vice e o presidente estadual do PDT Carlos Eduardo Alves para o Senado Federal
Nelter Queiroz voltou a afirmar que Fátima Bezerra tem tentado silenciar promotores do Ministério Público Estadual (MPRN) com promessa de indicação para a vaga da desembargadora Judite Nunes, que se aposentará em breve do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN). “A governadora enganou até alguns promotores, que tem uma vaga aí que é para indicação no final do ano. Isso é o que a gente sabe nos bastidores. Os promotores de justiça, muitas vezes, não fazem o trabalho que deveria ser feito”.
O tucano disse que vê o MPRN muito tímido sobre o governo do RN. “Fico triste, mas isso é uma realidade. As delegacias civis estão praticamente fechadas. Em Jucurutu, temos um delegado civil que vai uma vez por semana e olhe, olhe. A coisa não funciona e a insegurança cresce no Estado, dinheiro não faltou, faltou determinação”, pontuou.
Para ele, é preciso ter dignidade, erguer a cabeça e ter posição. “Principalmente, enxergar o desastre que é o governo Fátima Bezerra. Se me mostrar uma ação positiva, eu me rendo. Aliás, eu quero é aplaudir, não me render e sim aplaudir, mas não há como mostrar, não existe. Pelo amor de Deus, as estradas do RN que ela prometeu resolver o problema, mas fechou o Detran e prendeu as motos do povo, não fez a parte social, não seguiu o exemplo do governo da Paraíba, que deu cinco mil carteiras de graça. Aqui, ela só deu 300 carteiras no último ano dela à frente do Estado, é demagogia”, ressaltou.
O deputado disse também que a arrecadação fiscal aumentou, o governo federal enviou R$ 8 bilhões e a governadora foi a única que não foi até o presidente da República para levar a pauta junto com a bancada federal, em seu primeiro ano. Visita essa que, segundo ele, foi ele quem sugeriu.

‘A governadora não tem o que mostrar’, afirma

De acordo com o deputado, “ela inaugurou um pequeno trecho da estrada de Cerro Corá que liga a Lagoa Nova na casa de um homem de um restaurante, que esse estabelecimento comercial os proprietários foram assassinados e ela não teve a dignidade de visitar essa família até hoje e o crime está impune, não foi descoberto. Enquanto a Bahia, que teve o problema das enchentes, ela enviou até o helicóptero daqui do Rio Grande do Norte para ajudar o povo baiano, que eu não tenho nada contra, mas esqueci dos crimes que estão acontecendo no Estado”, lamentou.
Segundo Nelter Queiroz, Fátima acabou com o Programa do Leite, não perfurou quase nenhum poço tubular no Estado. “Ela teve sorte e o povo também, pois houve a chuva. O restaurante popular quase fechou, fechou os hospitais de alguns municípios e o Ruy Pereira, que ela jogou dentro do Hospital da Polícia e não funciona. As pessoas que sofrem com doenças vasculares, muitas morrendo à míngua, sofrendo muito, fazendo amputação de perna e dedo. A governadora não tem o que mostrar”, frisou.
O parlamentar disse que a “roubalheira aconteceu fortemente” no contrato de aquisição dos respiradores por meio do Consórcio Nordeste durante a pandemia da Covid-19, “se verificar um governo do Estado pagar quase R$ 5 milhões para o Consórcio dos governadores do Nordeste e não receber a mercadoria, ela adiantou o dinheiro. Nunca se aconteceu isso de aquisição, apesar da lei está acobertando, pela questão do Covid, mas é uma vergonha. É difícil avaliar esse governo de Fátima Bezerra, visto que ela mentiu para ganhar a eleição, ela mentiu administrando e está mentindo para ganhar a reeleição, soltando editais de ordens de serviços, obras que inclusive não vão colocar em prática e assim vai”, denunciou.

Sem espaço para ‘proselitismo político’, reage Ampern

A Associação dos Membros do Ministério Público do Rio Grande do Norte (Ampern) reagiu nesta sexta-feira 20, às declarações do deputado estadual Nelter Queiroz (PSDB). Em nota assinada pela promotora de Justiça Juliana Limeira, a entidade classifica a fala do parlamentar como “infeliz” e irreal.

“A fala do deputado Nelter é, a um só tempo, infeliz e não guarda sintonia com a realidade. O MPRN é órgão com autonomia e seus membros possuem autonomia funcional. A instituição foi erguida com o trabalho combativo de seus membros e mantém absoluta seriedade na atuação, não havendo espaço para partidarismo, proselitismo político ou atuação com base em simpatias ou antipatias. A seriedade é construída em trajetória, numa perspectiva de funcionamento correto da instituição ao longo dos anos”, diz a nota.

E continua, “Perspectivas constitucionais de ocupação de vagas em tribunais, conselhos nacionais ou quaisquer indicações não mexem com a essência do Ministério Público e a vocação de seus membros, que é a defesa da sociedade e da democracia. Acrescento que o debate político-partidário tem seus próprios atores e o Ministério Público não é um deles e nem se deixa usar por qualquer deles”.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.