BUSCAR
BUSCAR
Internet
Influenciador da inclusão: Ivan Baron faz sucesso no TikTok
Potiguar de apenas 22 anos, Ivan Baron ficou famoso no TikTok com vídeos divertidos sobre acessibilidade
Nathallya Macedo
03/09/2020 | 05:12

Durante a quarentena imposta pela pandemia da Covid-19, uma rede social ganhou força no ambiente online: o TikTok. Impulsionado pela monotonia dos dias de isolamento social, o aplicativo atraiu milhões de usuários do mundo todo e levou para a internet uma quantidade maior de criadores de conteúdo, principalmente aqueles que produzem vídeos engraçados.   

Foi observando a repercussão positiva dos “tiktokers” – influenciadores que ficaram famosos por causa do app – que o jovem Ivan Baron, 22, começou a gravar vídeos bem-humorados sobre acessibilidade para publicar no início de agosto. Agora, apenas um mês depois, o perfil dele já acumula mais de 77 mil seguidores espalhados pelo Brasil.  

Nascido em Natal e morador de Parnamirim, Ivan cursa o último período de pedagogia. Ainda criança, ele teve meningite viral e por consequência foi diagnosticado com paralisia cerebral. “Iniciei cedo o processo de reabilitação, por isso tenho mais autonomia hoje em dia. Meus pais nunca colocaram limites para a minha vivência e isso foi importante”, contou ao Agora RN.  

Há dois anos, Ivan começou a postar no Instagram (@ivanbaronn) alguns registros acerca do cotidiano, de maneira despretensiosa. “Sempre vi gente famosa em diversas áreas, apoiando várias vertentes, mas raramente encontrava alguém que falasse de conquistas das pessoas com deficiência. Então decidi ocupar essa lacuna criando um conteúdo consistente e informativo, com um lado descontraído”, revelou.  

O jovem ficou conhecido como o influenciador da inclusão e. através de piadas nada ofensivas, aborda temas como o capacitismo – termo utilizado para descrever a discriminação, opressão e abuso oriundos da noção de que pessoas com deficiência são inferiores às pessoas sem deficiência. Com o objetivo de desconstruir preconceitos, Ivan usa as próprias experiências para enaltecer a representatividade e compartilhar conhecimento.  

Em um vídeo recente, o potiguar usa um tom irreverente para tecer algumas críticas. “Somos todos iguais? Já deu esse discurso. Vocês precisam entender que somos diferentes e que isso faz sentido. Viva a diversidade!”. Em outro mais antigo, ele lista sete passos para promover a inclusão. “1º: não julgue antes de conhecer, 2º: ninguém é igual e respeite isso, 3º; reconheça seus privilégios, 4º: não trate empatia como caridade, 5º: observe o local de fala de cada um, 6º: problematize a falta de representatividade, e 7º: escute mais e fale menos”.  

Para o futuro, Ivan deseja dar continuidade ao projeto de vídeos para alcançar mais pessoas na internet e fora dela. “Quero mudar os pensamentos errôneos sobre o meu universo com argumentos e assuntos interessantes. Pessoas com deficiência não são coitadas ou especiais e devem ocupar todos os lugares que querem e que merecem”, afirmou.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.