BUSCAR
BUSCAR
Saúde
Governo do Estado planeja 3 mil cirurgias até o fim do ano
Meta é investir R$ 6,1 milhões para as intervenções médicas. Procedimentos cirúrgicos foram suspensos no último mês de março devido à necessidade de destinar leitos para pacientes que contraíram a Covid-19
Redação
23/11/2020 | 10:15

O Governo do Estado lançou programa para ampliar a capacidade do serviço de cirurgias eletivas. A meta é investir R$ 6,1 milhões para a promoção de três mil cirurgias até dezembro. Os procedimentos cirúrgicos foram suspensos no último mês de março em razão da necessidade de se destinar leitos para pacientes que contraíram a Covid-19.

Ao anunciar o novo programa, batizado de “Mais cirurgias, mais saúde”, o secretário de Estado da Saúde Pública, Cipriano Maia, informou que a administração estadual está investindo recursos próprios para viabilizar as cirurgias em 12 hospitais da rede pública estadual, atendendo todas as regiões do Rio Grande do Norte.

“Estamos ampliando as cirurgias feitas com recursos do SUS e pela rede credenciada com oferta de procedimentos em todos os hospitais regionais. Vamos priorizar as que têm maior tempo de espera”, declarou o secretário.

Cipriano disse, também, que por orientação da governadora Fátima Bezerra a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) intensificou as ações para melhorar a assistência à saúde. “Estruturamos as unidades hospitalares com equipamentos e insumos, através do programa Governo Cidadão, com financiamento do Banco Mundial, e emendas parlamentares, e definimos equipes de pessoal para atender a demanda”. A estimativa da Sesap é de que 18 mil pessoas aguardam por cirurgias eletivas como as de hérnia, vesícula e histerectomias. 

O programa terá prosseguimento nos próximos anos. “Atingiremos um novo patamar na assistência à saúde com redução do tempo de espera e de riscos às pessoas”, pontuou Cipriano Maia. Para o melhor atendimento à população é preciso que os municípios se somem ao esforço da gestão estadual fazendo o cadastro dos pacientes no site do Regula RN.

Governo amplia rede de atendimento hospitalar

O Governo do Estado segue com o plano de reversão dos leitos para tratamento da Covid-19 para o atendimento de casos de outras patologias no Rio Grande do Norte. O processo se dá acompanhando a diminuição sustentada de casos e óbitos relacionados ao novo coronavírus.

Após realizar a reversão de 20 leitos de UTI no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, o plano segue agora no Hospital Central Coronel Pedro Germano, o Hospital da PM, localizado na capital do estado. O processo de reversão dos leitos aponta para um legado dos investimentos feitos na rede pública de saúde, com a abertura de mais de 300 leitos de UTI desde março.

“Primeiro, é preciso destacar o grande papel cumprido pelos profissionais do Tarcísio Maia no enfrentamento à Covid-19 em um dos epicentros da doença no estado. Agora, os investimentos que foram feitos para a instalação dos leitos, que estavam judicializados desde 2012 sem serem abertos, ficarão como legado para atender toda a região. Foi uma escolha da nossa gestão aplicar os recursos na rede SUS, diferente de um hospital de campanha que seria desmobilizado agora”, afirmou a governadora Fátima Bezerra.

O Governo do Estado e a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) desataram os nós das falhas estruturais para a saúde potiguar. A rede de atendimento público já adquirida ao longo do enfrentamento da pandemia de Covid-19 duplicou o número de leitos de internação crítica – Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Isso foi possível porque as duas regiões vêm apresentando redução no número de casos da doença, o que levou à desativação de muitos dos serviços criados emergencialmente.

O Governo do Estado já empenhou R$ 236,8 milhões no combate à pandemia da Covid-19. Os investimentos foram para operacionalização de leitos, compra de material médico hospitalar e laboratorial, Medicamentos e Material de Limpeza e outros Insumos, contratação de pessoal, plantões médicos, entre outras ações. Importante ressaltar que esse valor está dentro do Fundo Estadual de Saúde de orçamento destinado ao enfrentamento do novo coronavírus e que envolve verbas estadual, federal e advinda de doações.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.