BUSCAR
BUSCAR
Adeus
Ganhador de Oscar, ator Christopher Plummer, de ‘A Noviça Rebelde’, morre aos 91 anos
Ator ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante por Toda Forma de Amor (2010) e era considerado uma das lendas de Hollywood
Estadão
05/02/2021 | 17:04

O ator canadense Christopher Plummer morreu nesta sexta, 5, aos 91 anos, em sua casa em Connecticut, segundo informou sua mulher Elaine Taylor, com quem era casado há 53 anos.

Plummer era uma das lendas de Hollywood, atuando em filmes como A Noviça Rebelde, O Homem que Queria Ser Rei e Elsa & Fred: Um Amor de Paixão. Ele ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante por Toda Forma de Amor (2010), tornando-se o mais velho ator a vencer nesta categoria (estava com 82 anos).

Lou Pitt, seu amigo de longa data e empresário ao longo de afirmou: “Chris era um homem extraordinário, que amava profundamente e respeitava sua profissão com humor auto depreciativo e musicalidade nas palavras. Ele era um tesouro nacional, que apreciava profundamente suas raízes canadenses. Por meio de sua arte e humanidade, ele tocou todos os nossos corações e sua vida lendária durará por todas as gerações vindouras. Ele estará para sempre conosco.”

Plummer manteve uma carreira longeva, com 217 créditos em filmes, curtas e programas de televisão. Ele se tornou conhecido ao interpretar o capitão John Von Trapp ao lado de Julie Andrews, que viveu Maria, no filme A Noviça Rebelde, musical de enorme sucesso dirigido por Robert Wise em 1965.

Mas, prova de sua importância cênica, foi novamente indicado ao Oscar recentemente, na categoria de ator principal, por Todo o Dinheiro do Mundo (2017), no qual substituiu às pressas Kevin Spacey, afastado por estar envolvido em denúncias de abusos sexuais.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.