BUSCAR
BUSCAR
Entrevista
Economia a gente recupera; a vida das pessoas, não, diz Natália
Deputada federal pelo Rio Grande do Norte defende o isolamento social como estratégia mais eficaz para conter a pandemia do novo coronavírus e critica comportamento do presidente Jair Bolsonaro
Redação
12/05/2020 | 05:00

A deputada federal Natália Bonavides (PT-RN) criticou o comportamento do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia do novo coronavírus. De acordo com a parlamentar, ao ir de encontro às recomendações dos especialistas e sugerir furar o isolamento social, o presidente demonstra que é o “melhor amigo” do vírus

“Ele tem orientado as pessoas a saírem de casa, a trabalharem como se nada estivesse acontecendo. O presidente é o melhor amigo do vírus, a pessoa que mais atua para que as pessoas fiquem contaminadas. Isso vai levar mais brasileiros a morrer”, afirmou a deputada, em entrevista na última sexta-feira (8) à Rádio Agora FM (97,9), de Natal.

Na opinião de Natália Bonavides, o presidente manifesta, em suas declarações, que está mais preocupado com a economia do que com os efeitos do coronavírus sobre a saúde pública. “Proteger a economia é essencial. A economia afeta a vida das pessoas. Se vai mal, a vida das pessoas vai mal. Mas a gente está passando por um período de pandemia. São condições extremas que requerem medidas que normalmente não se aplicariam”, disse.

“A economia a gente recupera – e a gente vai trabalhar incansavelmente para trazer os empregos e os investimentos. O que a gente não tem como recuperar é a vida das pessoas”, complementou a deputada, acrescentando que Bolsonaro tem, em sua avaliação, “desprezado a vida dos brasileiros” ao reagir com um “e daí?” quando perguntado sobre as mortes causadas pelo coronavírus no Brasil.

A deputada potiguar diz entender que é “fundamental” trabalhar para recuperar a economia, mas evocou estudos científicos que apontam que o isolamento social é a estratégia mais eficaz para conter a pandemia. “Precisamos dar todas as condições para que a população tenha o direito de poder ficar em casa”, registrou Natália.

Desde que a pandemia começou a fazer as primeiras vítimas no Brasil, Bolsonaro tem sido crítico das medidas de isolamento social decretadas pelos governos estaduais e prefeituras. Na semana passada, acompanhado de empresários, ele foi ao Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir ao presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, que intervisse na questão. Um dos empresários falou em “mortes de CNPJs” por causa das medidas de quarentena, que reduziram drasticamente o consumo no País.

“Primeiro, a proteção dos lucros. Depois, a proteção da vida”, ironizou Natália Bonavides, sobre a ida do presidente da República ao Supremo.
Segundo Natália Bonavides, em vez de criticar as ações de governadores e prefeitos no enfrentamento da pandemia, o governo Bolsonaro deveria dar mais celeridade no pagamento do auxílio emergencial para trabalhadores informais e desempregados. A deputada criticou as filas enfrentadas por milhões de brasileiros que foram tentar se cadastrar – e depois sacar o auxílio – nas agências da Caixa Econômica Federal

“O governo tem todas as possibilidades técnicas de dar mais eficácia ao pagamento do auxílio. Esse auxílio foi pensado para as pessoas ficarem em casa e simplesmente está sendo mais um fator de risco”, assinalou a deputada do PT.

Candidatura em 2020

Também na entrevista à Agora FM, a deputada federal voltou a descartar uma candidatura à Prefeitura do Natal nas eleições de 2020. O nome dela é tido como o preferido da militância do PT para a disputa. Até o ex-presidente Lula já teria convidado a parlamentar para concorrer na capital potiguar. Apesar dos apelos, ela tem rechaçado a possibilidade.

“Se antes eu já tinha essa opção, agora ela passa a ser mais convicta. Onde eu posso contribuir mais com o nosso estado é onde eu estou no momento: no Parlamento. Essa conjuntura nacional está afetando muito nosso estado. As medidas que têm sido tomadas têm um impacto direto na vida dos cidadãos potiguares. Entendo que a minha trincheira de luta é no Congresso”, afirmou Natália Bonavides.

A parlamentar, que tem apenas 31 anos (a mais jovem da bancada do Rio Grande do Norte e única mulher), diz que toma essa decisão de maneira “confortável”, já que entende que o seu partido, o PT, tem bons quadros para a disputa. Como alternativa para a candidatura à Prefeitura do Natal, ela citou o médico infectologista Alexandre Motta, que foi candidato a senador pelo partido nas eleições de 2018.

“Eu vou estar junto do PT construindo outra candidatura que dialogue com o nosso povo e os trabalhadores da cidade”, concluiu a parlamentar.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.