BUSCAR
BUSCAR
Declaração
Deputada quer passaporte da vacina para “pegação” no Carnaval
A deputada estadual critica exigência do documento, considerado por ela restrito para a exigência sanitária, aos locais de uso comum
Metrópoles
15/11/2021 | 11:29

A deputada estadual Janaína Pascoal (PSL-SP), uma das autoras do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), criticou a exigência da comprovação da vacinação contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Para ela, a condição deveria ser obrigatória em blocos de Carnaval. A defesa foi publicada nesta segunda-feira (15), feriado de Proclamação da República.

“Acho o fim quererem liberar tudo para o Carnaval e, depois, impedirem o povo de trabalhar! Ainda se ofendem, quando alguém diz que não somos um País sério. Já tem gente sendo demitida, por não provar vacinação! Vão pedir passaporte da vacina para a pegação nos blocos e bailes também?”, publicou.

Na prática, o documento é necessário para quem quer ter acesso a eventos, shoppings, restaurantes, shows, academia e outros espaços de uso comum. O certificado, normalmente digital, é obtido por aplicativo ou emitido pelo site das prefeituras.

Capitais, como São Paulo e Rio de Janeiro, cobram o documento. Alguns destinos turísticos, como é o caso de Fernando de Noronha (PE), também exigem o comprovante.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.