BUSCAR
BUSCAR
Eleições 2020
Delegados e aliados de Bolsonaro formam palanque de direita conservadora em Natal
PSL e Progressistas, partidos identificados com o presidente Jair Bolsonaro, estarão juntos no próximo pleito e vão formar palanque de direita conservadora para disputar Prefeitura e Câmara de Natal
Redação
11/09/2020 | 05:15

Um delegado como candidato a prefeito, outra delegada concorrendo a vice e dois grupos de candidatos a vereador que seguem a cartilha do presidente Jair Bolsonaro mesmo antes das eleições de 2018. Todos de direita, com ideais conservadores e que pregam o combate à corrupção como uma das prioridades de suas atuações na gestão pública.

Assim será formado o palanque de PSL e Progressistas para as eleições deste ano em Natal. Os dois partidos estarão juntos no próximo pleito na capital potiguar. O PSL já fez sua convenção na semana passada e o Progressistas fará a sua no próximo sábado 12, quando será oficializada a união.

Para disputar a Prefeitura, o candidato do grupo será Sérgio Leocádio (PSL). Hoje aposentado, ele serviu à Polícia Civil do Rio Grande do Norte como delegado por mais de 30 anos. Com larga experiência na área de segurança pública, tem no currículo, ainda, uma passagem pela Secretaria de Segurança de Natal e a coordenação do esquema de segurança privada que atuou em Natal durante a Copa do Mundo Fifa 2014.

Quando foi secretário, Leocádio coordenou a instalação das primeiras câmeras de segurança da cidade e implementou o armamento não letal para a Guarda Municipal. Foi na gestão dele também que foi dado início ao processo de reciclagem dos agentes.

Filiado ao PSL, partido que elegeu Bolsonaro em 2018, Sérgio Leocádio registra que existe a possibilidade de o presidente retornar ao partido, o que ele aprova. “O PSL é um excelente lugar para o presidente, pois é um partido de direita racional, que não briga por cargos no governo. O PSL é diferenciado, grande, estruturado em todo o território nacional. Tudo de favorável para o nosso presidente Bolsonaro”, afirmou Sérgio, ao Agora RN.

Desde 2018, o PSL tem sido um dos partidos que mais crescem no País. A legenda, que elegeu Bolsonaro presidente dois anos atrás, hoje tem 41 deputados federais e a segunda maior fatia do fundo partidário este ano: R$ 201,1 milhões. A sigla fica atrás apenas do PT, que receberá R$ 204,6 milhões.

A companheira de chapa de Sérgio Leocádio será a também ex-delegada Deusa Martins (Progressistas). Igualmente experiente na área de segurança, ela tem no currículo passagens por importantes delegacias do Estado, como a de Defesa da Mulher e de Proteção aos Idosos. Ela também coordenou a supervisão das delegacias especiais. Em 31 anos na Polícia Civil do Rio Grande do Norte, onde também atuou como corregedora, nunca respondeu a um processo administrativo.

O partido dela, o Progressistas, tem sido um dos mais fiéis ao presidente Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados e no Senado. Levantamento feito pelo site Congresso em Foco aponta que a legenda tem uma média de quase 70% de adesão às propostas que o governo apresenta para análise dos deputados e senadores.

Disputa da Câmara

Para disputar vagas na Câmara Municipal, cada partido vai apresentar uma lista de candidatos que, em comum, têm o DNA da direita conservadora. É o caso de Cícero Martins, que lidera a chapa do Progressistas. Aliado de Bolsonaro mesmo antes da campanha presidencial – só deixando o PSL por causa das divergências no fim do ano passado, ele afirma que o palanque que compõe é genuinamente conservador.

“A oportunidade de Natal ter uma prefeitura de direita conservadora e com a cara do bolsonarismo será oferecida. Montamos a maior nominata de vereadores de direita no Progressistas e uma boa nominata no PSL, com o delegado Sérgio Leocádio, além de contarmos com o deputado Beto Rosado, que é aliado de Bolsonaro em Brasília”, afirma o vereador, que vai tentar o 2º mandato.

Vereador de Natal Cícero Martins (Progressistas) – Foto: Elpídio Júnior / CMN

Segundo Cícero, os eleitores de Natal precisam investigar a vida dos candidatos e votar em quem tem compromisso com pautas como o combate à corrupção. “Natal deixou de ser um caso de política e de Justiça e passou a ser um caso de polícia. Basta parar a sangria com o dinheiro público e fazer uma seleção técnica de secretários. Para restante, os delegados têm larga experiência em gestão e saberão conduzir”, finalizou o vereador.

No PSL, uma das principais candidatas para a Câmara Municipal é a atual vereadora Professora Eleika Bezerra, que tentará o terceiro mandato. Uma das principais características da parlamentar é a austeridade e a economia de recursos públicos.

Desde que chegou à Câmara, em 2013, Eleika já renunciou a quase R$ 2 milhões entre salários e vantagens de seu gabinete.

Vereadora Professora Eleika Bezerra (PSL) – Foto: Verônica Macedo / CMN

A vereadora doa seu salário todos os meses para instituições filantrópicas e, até junho, gastou apenas 43% da verba de gabinete a que tem direito na Câmara Municipal. Foram poupados mais de R$ 860 mil. O detalhamento de tudo está no site da parlamentar (professoraeleika.com.br), na aba “Prestação de Contas”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.