BUSCAR
BUSCAR
Auxílio social
Coronel Azevedo promete auxílio emergencial permanente se for eleito prefeito de Natal
Segundo candidato do PSC a prefeito da capital potiguar, benefício – que já foi batizado de Auxílio Social – seria pago para amortizar o impacto da retirada do Auxílio Emergencial, que vai até dezembro
Redação
22/10/2020 | 05:13

O candidato do PSC à Prefeitura do Natal, Coronel Azevedo, propõe criar uma espécie de “auxílio emergencial permanente” para pessoas em situação de vulnerabilidade social na capital potiguar.

O benefício, que seria bancado pela prefeitura, teria formato parecido com o do Auxílio Emergencial, que foi pago pelo Governo Federal durante a pandemia do novo coronavírus para desempregados e trabalhadores informais.

Segundo o candidato, o benefício – que já foi batizado de Auxílio Social – seria pago durante os próximos quatro anos para amortizar o impacto da retirada do Auxílio Emergencial, que tem previsão de ser encerrado em dezembro.

“Vamos implementar o Auxílio Social permanente, a exemplo do exitoso Auxílio Emergencial, colocado em prática pelo governo Bolsonaro agora na pandemia. Só que o nosso será permanente, durante os quatro anos de gestão, para tirar pessoas que continuam abaixo da linha de pobreza”, afirmou Coronel Azevedo em entrevista ao jornalista Diógenes Dantas, pelo YouTube. O vídeo foi publicado nesta quarta-feira 21.

O candidato do PSC, que é entusiasta do governo do presidente Jair Bolsonaro, destacou que o Auxílio Emergencial retirou momentaneamente 15 milhões de pessoas da linha da pobreza. O dado é da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e refere-se até agosto.

Coronel Azevedo afirmou que, para que o benefício caiba no orçamento municipal, irá reduzir a estrutura da prefeitura, cortando gastos. Ele afirmou que vai atacar principalmente a despesa do município com cargos comissionados.

“Houve uma mudança em âmbito federal e estadual e as famílias tradicionais, oligarquias, estão todas empregadas na Prefeitura do Natal. Vamos fazer esse enxugamento, das despesas com a máquina pública, prezando pela eficiência e eficácia”, afirmou.

Coronel Azevedo – que disputa um cargo executivo pela primeira vez – disse também que, se for eleito, vai criar um adicional nos salários dos servidores públicos que têm melhor desempenho.
“Para quem produz além da média, vamos colocar um estímulo, com base na performance”, acrescentou, sem dizer de quanto seria o incremento.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.