BUSCAR
BUSCAR
Ação do Estado
Carta da Defensoria Pública pede proteção especial para serial killer procurado há 14 dias
Veja quais são os pontos abordados no documento que o Cidade Alerta teve acesso e foi lido pelo apresentador Luiz Bacci
R7
22/06/2021 | 15:45

O Cidade Alerta, da Record, teve acesso a um documento que conta com as exigências da Defensoria Pública do Distrito Federal caso haja a captura de Lázaro Barbosa. Na carta, é dito que o assassino não gosta dos memes e pede proteção para a saúde física e mental do fugitivo.

Lázaro Barbosa de Souza está sendo caçado por diversos crimes, como assassatos e roubos. Agora, a Defensoria Pública fez diversos pedidos caso ele seja capturado

O apresentador Luiz Bacci teve acesso à carta e leu quais foram os requisitos. Como o caso está tendo grande comoção nacional, a defensoria fez esse documento para proteger a saúde física e mental de Lázaro , que foi enviado ao juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal

Um dos pedidos feitos é que Lázaro fique em uma cela individual dentro da penitenciária. No documento, é dito que o fugitivo não quer dividir o espaço com os outros presos

Na carta, a defensoria justifica que é preciso cuidar do bem-estar de Lázaro, pois tortura, violência física e psicológica são crimes no Brasil. O órgão também disse se solidarizar com como vítima e torcer para que a captura seja feita

Outro tópico do documento, fala sobre comparação da caçada com filmes de ação e a proliferação de memes nas redes sociais . Lázaro não estaria gostando desse tipo de repercussão

De acordo com o documento, por trás dos pedidos há normas obrigatórias na legislação atual que devem ser cumpridas . A defensoria disse estar à disposição de todos que estão em situação de vulnerabilidade

As buscas continuam há mais de uma semana na mata onde Lázaro estaria, no estado de Goiás.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.