BUSCAR
BUSCAR
Alta demanda
Brasil registra recorde de demanda instantânea de energia elétrica, diz ONS
Recorde de energia do Brasil foi registrado nesta quarta-feira, às 14h31, quando a demanda atingiu a carga de 97.659 megawatts
Caíque Alencar - FolhaPress
27/09/2023 | 17:19

O Brasil registrou nesta terça-feira (26) novo recorde de demanda máxima instantânea de energia, diz o ONS (Operador Nacional de Energia).

Recorde foi registrado às 14h31, quando a demanda atingiu a carga de 97.659 megawatts. Segundo o ONS, o recorde anterior era de 14 de fevereiro.

Na aferição por região, duas das quatro que o ONS mede registraram recorde. No submercado das regiões do Sudeste e do Centro-Oeste, que são contabilizadas juntas pelo órgão, a demanda máxima chegou a 57.792 megawatts, quanto no Norte a carga chegou a 9.090 megawatts.

A demanda máxima instantânea de um sistema é a potência máxima consumida em um determinado instante por um sistema.

BRASIL REGISTROU APAGÃO EM AGOSTO

Quedas de energia em várias cidades de 25 estados mais o Distrito Federal, nas cinco regiões do Brasil, foram registradas no dia 15 do mês passado.

O desempenho abaixo do esperado em equipamentos de controle de tensão de diferentes usinas eólicas e solares foi considerado a “causa raiz” do incidente.

A conclusão consta em minuta do Relatório de Análise de Perturbação (RAP), encaminhada agentes do setor pelo ONS.

O documento também cita “centenas” de providências a serem tomadas até julho de 2024 por diferentes agentes do setor, incluindo o próprio ONS e geradores eólicos e fotovoltaicos.

São ações como ajustes em proteções, questões relacionadas à comunicação com os agentes no momento da recomposição de fornecimento de energia, e a validação dos modelos matemáticos de todos os geradores eólicos e fotovoltaicos, citou o operador.

Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.