BUSCAR
BUSCAR
Ferramenta
Após testes, Tinder lança chamada de vídeo para encontros no app
Para ativar o recurso de chamada de vídeo, batizado de Face to Face, será necessário seguir uma série de passos e configurações, para preservar a segurança e a escolha de cada pessoa no app
Estadão
27/10/2020 | 13:27

Agora é oficial: as chamadas de vídeo estão chegando ao Tinder. Após testes, que incluíram o Brasil, a empresa Match, dona do app de namoro, está lançando o recurso no mundo todo nesta terça-feira, 27.

Para ativar o recurso de chamada de vídeo, batizado de Face to Face, será necessário seguir uma série de passos e configurações, para preservar a segurança e a escolha de cada pessoa no app: para conversar por vídeo, os dois usuários devem estar com a opção habilitada no perfil. Além disso, depois que as duas pessoas concordam em participar da chamada, elas devem, também, aceitar as regras de uso estabelecidas pelo app. A chamada também pode ser desabilitada a qualquer momento por um dos usuários, mesmo durante a conversa.

“Estamos entusiasmados em compartilhar que nosso recurso Face a Face está sendo lançado para nossa comunidade global depois de receber feedback positivo de nossos membros que tiveram acesso antecipado a ele”, disse Rory Kozoll, diretor de segurança de produto do Tinder, em comunicado. “Isso se soma à nossa lista crescente de recursos desenvolvidos com foco na segurança dos usuários durante sua jornada de namoro, como verificação de fotos, centro de segurança e nossa tecnologia de detecção de mensagens ofensivas. ”

A ferramenta de vídeo do Tinder é uma aposta da empresa para manter a popularidade do app mesmo durante a quarentena. Os testes do recurso começaram ainda em julho, em países como EUA, Brasil, Austrália, Espanha, Itália, França, Vietnã, Indonésia, Coréia, Taiwan, Tailândia, Peru e Chile.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.