BUSCAR
BUSCAR
Crime
Agressor de procuradora vira réu por tentativa de feminicídio
Em trechos do documento, o Ministério Público afirma que encontrou fatos criminosos suficientes em relação à integridade corporal
Redação
29/06/2022 | 18:16

A denúncia do Ministério Público de São Paulo (MPSP) foi acatada pela Justiça, sobre Demétrius Oliveira de Macedo, que agrediu a procuradora Gabriela Samadello Monteiro de Barros, dentro da prefeitura. Por meio dessa decisão, o agressor se torna réu por feminicídio, injúria e coação em decorrer do processo.

A decisão foi feita ontem, 28, pelo juiz Raphael Ernane Neves. Em trechos do documento, o Ministério Público afirma que encontrou fatos criminosos suficientes em relação à integridade corporal.

Segundo o Ministério, a denúncia, que foi apresentada aos promotores de Justiça Ronaldo Muniz e Daniel Godinho, revela que o procurador agiu com “intenção homicida” e “tentou matar” a sua chefe, Gabriela Samadello. De acordo com o órgão, o crime só foi interrompido porque houve a intervenção de outras pessoas.

O caso aconteceu em 20 de junho, quando foi aberto um processo contra o procurador, por conta da sua agressividade no ambiente de trabalho.

Vídeos circularam pelas redes sociais, que mostram Macedo agredindo a sua chefe, com socos e chutes. Além de Gabriella, o agressor também empurrou uma outra funcionária.

As informações são da Agência Brasil.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.