BUSCAR
BUSCAR
Violência
Acusado de matar garota de programa em motel é identificado pela polícia
Justiça decretou nesta quinta, 13, a prisão temporária do suspeito. Outro envolvido está preso pelo crime, ocorrido em Santo André
R7
13/05/2021 | 20:26

A Polícia Civil de Santo André, na Grande São Paulo, identificou o acusado de matar Luana Garcia, de 24 anos, que trabalhava como garota de programa, crime ocorrido em um motel da cidade no dia 5 de maio. O suspeito já teve a prisão temporária decretada pela Justiça. Um segundo envolvido no crime já está preso.

De acordo com informações da SSP-SP (Secretaria de Estado da Segurança Pública de São Paulo), o caso é investigado em inquérito policial instaurado pelo Setor de Homicídios de Santo André. Um suspeito da autoria do crime foi identificado e teve sua solicitação de prisão temporária deferida pela Justiça.

Uma irmã de Luana, em entrevista concedida à Record TV, acredita que a jovem possa ter sido atraída para uma emboscada e cobra o esclarecimento do assassinato.

O caso

Segundo a Polícia Civil, a vítima foi morta após um desentendimento em razão do valor do programa. Dois homens haviam contratado os serviços de duas garotas de programa e foram ao motel. Após passarem a noite em uma festa na Cidade Tiradentes, zona leste de São Paulo.

Os casais contrataram quartos separados e, em um deles, Luana Garcia teria se desentendido com o cliente e morta com disparos de arma de fogo. A amiga dela, que fazia programa no quarto ao lado, se assustou com os estrondos, foi em busca de Luana, mas a encontrou morta.

Os amigos – sendo um deles o autor dos disparos – fugiram, ameaçando funcionários do motel com uma arma. A Polícia Militar foi acionada e a vítima foi encontrada com perfurações em uma das suítes.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.