Urgente
Servidor do Ministério Público atira contra dois promotores de Justiça do Rio Grande do Norte
Procurador-geral adjunto Jovino Pereira e o promotor Wendell Bethoven foram atingidos mas já foram socorridos
Por Redação - Publicado em 24/03/2017 às 11:55
Sede da PGJ
Publicidade
o Jovino Pereira e o promotor Wendell Beethoven foram baleados por um homem na sede do Ministério Público do Rio Grande do Norte na manhã desta sexta-feira 14. Segundo informações obtidas pelo Agora RN, o suspeito é Guilherme Vanderlei Lopes da Silva, servidor da instituição. Segundo relatos iniciais, o homem driblou a segurança do prédio e foi até a sala dos dois alvos e efetuou os disparos. Em seguida, o atirador fugiu para o estacionamento e houve troca de tiros com seguranças, mas ele conseguiu escapar. guilherme vanderlei

Imagem do suspeito, divulgada pela Procuradoria-Geral de Justiça

O promotor Jovino foi atingido na barriga e Wendell foi alvejado nas costas. Jovino foi socorrido e levado para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, no bairro do Tirol; já Wendell teria ficado no local aguardando atendimento pelo fato de ter sido alvejado nas costas. A sede do MP recebia uma palestra no auditório no momento do atentado. Com o som dos disparos, houve correria, mas nenhuma outra vítima foi confirmada até o momento. Segundo informações preliminares, o servidor teria sido afastado do trabalho meses atrás por problemas psicológicos. Ele já teria voltado às atividades, no entanto. A polícia confirmou que está em diligências na região à procura do suspeito.
Publicidade
Publicidade