BUSCAR
BUSCAR
Ação Policial
PRF prende homem embriagado após provocar acidente grave na BR 101 em Natal
O teste de bafômetro acusou um teor de 1,11 mg/l que é três vezes o valor considerado crime
Redação
14/06/2020 | 12:23

A Polícia Rodoviária Federal prendeu, com o apoio da Polícia Militar, na madrugada deste domingo (14) nas proximidades do centro administrativo do Governo do Estado, no bairro de Potilândia, em Natal, um homem de 34 anos, por provocar acidente de trânsito grave.

Por volta de 00h40, a equipe recebeu a informação sobre um acidente, nas proximidades da passarela do Natal Shopping, em Mirassol. A equipe deslocou e constatou o fato.

O homem, que é comerciante em Parnamirim, transitava em um Gol pela contramão de direção, no sentido a Natal, quando colidiu frontalmente com uma motocicleta que seguia o fluxo normal.

No acidente, o condutor da motocicleta, um homem de 28 anos, teve fratura exposta no tornozelo e foi socorrido por uma equipe do SAMU, para o pronto socorro Clóvis Sarinho.

O motorista do Gol, após causar o acidente com lesões graves, evadiu-se do local sem prestar socorro à vítima. Nesse momento, os policiais receberam informações da PM, dizendo que havia detido um homem em um Gol branco, que estava escondido em um terreno baldio próximo ao posto de combustível do Governo do Estado.

A equipe foi até o local e encontrou o causador do acidente. O homem tinha sinais visíveis de embriaguez e, após ser submetido ao teste de bafômetro, foi constatado o teor alcoólico de 1,11 mg/l (miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões). O teor apurado, corresponde a três vezes o teor que é considerado crime.

Diante do flagrante, o motorista foi preso e encaminhado à Delegacia de Plantão da Zona Sul, em Natal. O veículo foi recolhido ao pátio.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.