BUSCAR
BUSCAR
Investigação
Familiares são presos suspeitos de envolvimento na morte de criança em SP
Mãe, tio, tia, avô e avó do garoto foram indiciados pelos crimes de maus-tratos, lesão corporal e tortura.
Agência Estado
03/01/2020 | 11:29

Cinco pessoas de uma mesma família foram presas por suspeita de envolvimento na morte de uma criança de três anos de idade em Parelheiros, bairro da zona sul de São Paulo. Mãe, tio, tia, avô e avó do garoto foram indiciados pelos crimes de maus-tratos, lesão corporal e tortura. O caso aconteceu no último domingo, dia 29.

Segundo informações da Polícia, o menino Victor Adriano Pereira da Cruz foi encaminhado ao Hospital Municipal de Parelheiros e depois transferido para o Hospital Municipal do Campo Limpo, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo da criança foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) Sul.

Os parentes foram presos, um a um, no hospital, com exceção do tio, o Soldado Rafael Silva da Cruz que serve na Base de Administração e Apoio do Ibirapuera (zona sul) e foi preso preventivamente na terça-feira, 31, após se apresentar voluntariamente ao 101º Distrito Policial por suspeita de maus-tratos contra seu sobrinho.

Em nota, o Comando Militar Sudeste (CMSE) informou que Cruz está incluído entre os suspeitos do crime de maus-tratos por residir no mesmo local da vítima e que o militar ficará preso no 2º Batalhão de Polícia do Exército, em Osasco, cidade de Grande SP, à disposição da Justiça. “O CMSE ressalta que repudia qualquer ato que atente contra a dignidade humana”.

A ocorrência foi registrada no 25º DP, em Parelheiros. A polícia aguarda o resultado do laudo necroscópico para concluir o caso.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.