BUSCAR
BUSCAR
Grande Natal
Ronaldo Venâncio quer instalação de polo industrial em Ceará-Mirim
Para presidente da Câmara, que pede também mais segurança, criação de polo industrial é “preocupação mais importante que município pode ter'
Boni Neto
10/05/2017 | 04:30

Um polo industrial é do que o município de Ceará-Mirim precisa para alavancar sua geração de renda e emprego, e proporcionar à sua população maior independência financeira. Esta é a visão do presidente da Câmara Municipal, Ronaldo Venâncio (PV), que já está em seu quinto mandato como parlamentar. Para Ronaldo, a criação de um polo industrial é “a preocupação mais importante que o município pode ter no momento”.

“Temos que cuidar para realizar a instalação de um polo industrial em Ceará-Mirim. Esta é uma necessidade que temos há muitos anos. Precisamos – e muito – estabelecer ações efetivas no que diz respeito à criação de emprego e renda; é um fator que acho que vai melhorar muito a vida dos munícipes. Não há de se fazer nada na cidade sem que se crie mecanismos apropriados. Sem isso, não daremos praticamente nenhum passo à altura da expectativa da que o povo tem hoje”, explicou Venâncio que prometeu que a Câmara dos Vereadores estará sempre à serviço da população para ajudar o Poder Executivo no que for possível.

“A cobrança pela geração de empregos é grande e sabemos das limitações da cidade. O Legislativo estará de portas abertas para que, na hora em que o Executivo requisitar, possamos dar nossa parcela de contribuição. Sabemos que é muito cedo ainda, mas teremos tempo para que o prefeito se estabeleça em sua gestão, e logo depois vamos extrair o resultado que a população aguarda”.

Em se tratando da gestão do prefeito Marconi Barreto (PSDB), Ronaldo Venâncio traçou elogios e críticas. No quesito positivo, o parlamentar elencou a atenção que Barreto tem dado para a Saúde no município. As outras áreas importantes, como Educação e Segurança, ao seu ver, não estão recebendo o mesmo foco do Chefe do Executivo.

“Ceará-Mirim é um município que se apresenta de forma diferenciada. Metade da população mora na área urbana e a outra metade na zona rural. Temos em torno de 73 mil habitantes. E há muitas demandas de ordem emergencial e que não podem ficar para depois. O prefeito conseguiu avançar nas questões relacionadas à área de Saúde, mas a Educação ainda está muito deficitária e nos outros setores também. Nas outras esferas, há uma necessidade clemente de melhorias urgentes”, disse. “Quanto à Segurança, sabemos que não é atribuição do município cuidar disso, mas ele também tem uma parcela de contribuição muito importante”, adicionou o presidente da Câmara.

A Segurança, por sua vez, é uma área que tem preocupado Ronaldo Venâncio além do natural, isto porque com o fechamento das agências bancárias em Touros, João Câmara e Ielmo Marinho – cidades próximas –, Ceará-Mirim, que passa a concentrar o dinheiro desses municípios, se torna o alvo perfeito para os bandidos agirem.

“O fato é que, hoje, a segurança pública é um assunto que se expandiu muito. Percebemos que há áreas em situações críticas, mas a de Ceará-Mirim talvez seja a mais crítica. Tivemos uma reunião capitaneada pelo presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB) e com o Comandante [da Polícia Militar, André] Azevedo, com os quais tive oportunidade de externar minha preocupação com Ceará-Mirim. Estamos hoje concentrando um volume muito grande de recursos, do ponto de vista dos correntistas, porque com os fechamentos das agências de João Câmara, Touros e Ielmo Marinho, eles estão se socorrendo em Ceará-Mirim, tanto os da Caixa Econômica Federal quanto os do Banco do Brasil. Isso tem acarretado uma sobrecarga muito grande. Se você for a Ceará-Mirim pela manhã, verá filas quilométricas com o povo esperando para realizar suas atividades. Está faltando agência. A perspectiva de Touros são oito meses para voltar a funcionar. Na hora que essas agências estão fechadas, o volume de dinheiro se concentra em Ceará-Mirim, e isso atrai o crime. Temos que estar atento com essas questões”, alertou o parlamentar.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.