BUSCAR
BUSCAR
Proteção aos animais
Encontro aponta que poder público ainda tem dado as costas à causa animal
Segundo vereador Sandro Pimentel, encontro serviu também para conscientizar pessoas sobre o que a Legislação diz a respeito da proteção aos animais
Redação
27/03/2018 | 15:06

Os gestores e integrantes do legislativo ainda não entenderam que a causa animal está diretamente ligada à saúde pública. Esse foi o principal diagnóstico trazido no 1º Encontro Estadual de Protetores de Animais do Rio Grande do Norte, realizado no último sábado, 24, no auditório do Sindprevs, em Natal. O evento reuniu cerca de 100 ativistas da causa e serviu, inclusive, para conscientizar as pessoas sobre o que elas podem cobrar do poder público quando se fala de proteção aos animais.

“O diagnóstico é que o poder público tem dado as costas à causa animal, não entendendo que ela está diretamente ligada à saúde pública. Não é uma coisa isolada. Isso foi o diagnosticado em geral, que não ainda há esse entendimento dos executivos e legislativos, com raríssimas exceções. Ainda não há essa visão”, avaliou o vereador de Natal Sandro Pimentel, do PSOL, um dos realizadores do encontro.

Dessa forma, com uma discussão ampla e franca sobre o assunto, os participantes saíram de lá compreendendo o que a legislação local e nacional fala sobre a proteção aos animais. “Houve essa discussão também sobre o direito constitucional que a causa tem, porque as pessoas, tendo melhor esse conhecimento, poderão cobrar dos seus gestores e legisladores ações nesse sentido”, detalhou o vereador.

Apesar de realizado em Natal, o 1º Encontro Estadual de Protetores de Animais do Rio Grande do Norte teve a presença de representantes de vários municípios do interior, como Currais Novos, Passa e Fica, Florânia, Parnamirim, Caicó e Assú.

“Fizemos um marco na história da proteção animal com esse encontro, porque contou com a presença de protetores de vários municípios, trazendo experiências inovadoras de diversos municípios que poderemos compartilhar. Então, a causa saiu muito fortalecida porque uma ação que uma ONG ou uma pessoa fazia de forma isolada, passou a servir como exemplo para ser praticado em outras cidads”, analisou.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.