BUSCAR
BUSCAR
Ato
Em protesto contra reitor interino, servidores do IFRN anunciam paralisação de 48 horas
Trabalhadores deduziram que a atual condição do instituto é 'frágil'
Redação
17/08/2020 | 09:51

Em protesto contra o reitor interino, Josué de Oliveira, servidores do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) votaram pela adesão de “paralisações semanais”, previstas para iniciar nestas terça (18) e quarta-feira (19). A medida foi decidida em assembleia remota e presencial, na última sexta-feira (14).

Após o debate, os trabalhadores deduziram que a atual condição do instituto é “frágil” e isto é resultado de uma “intervenção desastrosa que utiliza do autoritarismo para agredir de forma vil seus estudantes e servidores”.

Dentre os 108 servidores presentes na assembleia, 48 (44%) decidiram pela adesão às paralisações. Já 33 (30%) votaram pela deflagração imediata da greve e 27 (25%) se abstiveram.

O Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (SINASEFE) se reunirá na sexta-feira (21) e avaliará um formato para a construção da agenda desse movimento.

Os atos são de descontentamento com a gestão do reitor pro tempore do IFRN, nomeado pelo Ministério da Educação, em março deste ano. Josué de Oliveira assumiu o cargo sem ter participado da eleição, na qual José Arnóbio de Araújo Filho venceu. Na semana passada, alunos fizeram protestos no instituto e tiveram um confronto com a Polícia Militar dentro do Campus Central da instituição.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.