BUSCAR
BUSCAR
Mistério
“Cheiro de fumaça” sentido na Grande Natal pode ter origem em queimadas na África
Segundo pesquisadores da UFAL, cheiro de fumaça pode ter chegado ao Rio Grande do Norte através das correntes de ar
Redação
05/06/2020 | 18:00

O forte cheiro de fumaça sentido por moradores de Natal e região metropolitana na noite desta quinta-feira (4) pode ter sido causado por queimadas na África. Segundo pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), pontos de incêndios foram registrados nas florestas de Angola, Zâmbia e Congo.

De acordo com o Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites (LAPIS) da UFAL, o cheiro de fumaça pode ter chegado ao Rio Grande do Norte através das correntes de ar.

Conforme apurado pelo Agora RN na manhã desta sexta-feira (5), o Corpo de Bombeiros do estado não registrou ocorrências de incêndios na capital potiguar.

Relatos

Moradores de todas as regiões de Natal e ainda da região metropolitana relataram sentir o “cheiro de fumaça” nas redes sociais durante toda a noite de quinta (4), o que intrigou a população.

queimadas
Natalenses relataram sentir “forte cheiro de fumaça” nas redes sociais. Foto: Reprodução
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.