BUSCAR
BUSCAR
Ação
Campanha contra assédio sexual nos transportes começa na Zona Sul de Natal
Ação, cuja mensagem é “Não dê passagem ao assédio sexual” acontece durante todo o mês de março na cidade, e teve início nesta quinta-feira, 8, no terminal de Mirassol
Redação
08/03/2018 | 16:51

A partir desta quinta-feira, 8, Dia Internacional da Mulher, começa a ser colocada em prática a campanha contra o assédio sexual nos transportes públicos de Natal. A ação, cuja mensagem é “Não dê passagem ao assédio sexual” acontece durante todo o mês de março. O primeiro local a receber a intervenção foi a zona sul de Natal, no terminal de ônibus de Mirassol.

“Queremos mobilizar a sociedade para coibir essa violência contra a mulher, que costuma ser silenciosa e constranger as usuárias dos transportes públicos. As mulheres precisam denunciar e os homens, respeitar”, pondera Andréa Ramalho, secretária municipal de políticas públicas para as mulheres.

O trabalho é coordenado pela Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (Semul) em parceria com a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), Secretaria Municipal de Planejamento (Sempla), Secretaria Municipal de Comunicação Social (Secom), Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) e o Gabinete do Prefeito (Gapre). A iniciativa conta ainda com o apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM).

A campanha, pioneira no estado, tem como principal ação abordagens aos passageiros e passageiras em pontos estratégicos nas quatro regiões da capital durante o mês de março. Além da distribuição de material informativo, também são realizadas apresentações do teatro da STTU sobre o tema, para chamar a atenção de passageiros e passageiras.

Além disso, há ainda cartazes no interior dos ônibus e busdoor. Os painéis luminosos da STTU também exibem mensagens chamando atenção para o enfrentamento ao assédio sexual nos transportes públicos. A campanha também estará presente nas redes sociais com a hashtag #Natalcontraoassedio.

O assédio é entendido como uma contravenção penal, e assim o sendo, é um crime. Alguns casos de assédio e importunação ofensivas se configuram como estupros e são tratados pela lei desta forma.

Ações da campanha:

  • 08/03 | 8h – Zona Sul;
  • 15/03 |16h – Zona Norte;
  • 22/03| 16h – Zona Oeste;
  • 28/02 |16h – Zona Leste.
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.