BUSCAR
BUSCAR
Ajuda
Caern reedita campanha de negociação de débitos
Prazo vai durar enquanto estiver em vigor o decreto do Governo estabelecendo estado de calamidade pública no RN
Redação
25/03/2020 | 14:15

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) está abrindo novo período da campanha de renegociação de débitos em atraso com as condições especiais que facilitam a regularização das contas de usuários inadimplentes. O prazo já está valendo a partir desta quinta-feira (26) e vai durar enquanto estiver em vigor o decreto do Governo do Estado estabelecendo estado de calamidade pública no Rio Grande do Norte.

Diante do quadro excepcional enfrentado por todos, não haverá atendimento presencial para as negociações. O cliente deve utilizar os canais virtuais oferecidos pela companhia, como a Agência Virtual (agencia.caern.com.br) e o aplicativo Caern Mobile.

As condições de negociação agora são melhores do que nas campanhas anteriores. Serão dispensados integralmente os juros e multa por atraso em todas as modalidades, inclusive nos parcelamentos com a entrada mínima. A entrada mínima baixou: agora é de 5% do valor do débito e o prazo máximo para parcelamento do restante é de 36 meses.

Fica mantida a possibilidade do usuário com dívida atrasada fazer outro parcelamento, mesmo que já esteja pagando parcelas de uma negociação anterior. Nesse caso, o valor da dívida a ser negociada é somado ao saldo devedor restante do parcelamento anterior.

A campanha tem o objetivo de manter o abastecimento da população em larga escala, permitindo que pessoas que estão com o fornecimento cortado por atraso no pagamento possam ter a situação regularizada.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.