BUSCAR
BUSCAR
Defasagem
Abrigos de ônibus não protegem e trazem riscos à população de Natal
Ao longo desta semana, reportagem do Jornal Agora RN percorreu diversos setores de Natal e pôde constatar as inúmeras reclamações encaminhadas por leitores
Redação
26/01/2018 | 16:09

Os usuários do transporte público de Natal estão passando por maus bocados quando precisam utilizar os abrigos de ônibus instalados na capital. Quem fizer um rápido passeio de Norte à Sul da cidade poderá constatar, facilmente, diversas paradas com estrutura defasada, sem coberturas e com assentos cada vez mais depredados, seja por ação de criminosos ou pelo próprio período longo sem a manutenção necessária.

Ao longo desta semana, a reportagem do Jornal Agora RN percorreu diversos setores de Natal e pôde constatar as inúmeras reclamações encaminhadas por leitores. No bairro da Ribeira, os abrigos instalados em frente a antiga Rodoviária da cidade estão, parte deles, com a cobertura danificada há meses, quando um veículo bateu na estrutura e a deixou quase que completamente destruída, elevando os riscos de queda sobre os usuários do transporte.

De acordo com Romário Silva, 25 anos, que usa o sistema de transporte público de Natal para fazer deslocamentos corriqueiros na zona Sul da cidade, a falta de estrutura dos abrigos traz transtornos frequentes a população que sofre, ainda, com a onda de insegurança cada vez mais intensa na capital. “Os abrigos em sua maioria estão deteriorados e muitas vezes não protegem a população nem do sol e nem da chuva. Além disso, por serem bastante movimentados, são alvos fáceis para bandidos”, disse, se referindo a assaltos comumente registrados em paradas.

Parada de Onibus Danificada na Redinha 1

Assento de abrigo localizado na Praia da Redinha está tomado pela ferrugem. (Foto: José Aldenir / Agora Imagens)

Como base para esta matéria, a reportagem constatou, no bairro da Redinha (uma das regiões visitadas), um abrigo cujo assento estava bastante corroído pela ferrugem. Essa parada fica na lateral da Igreja Nossa Senhora dos Navegantes, um dos pontos turísticos de Natal. “É um absurdo. Infelizmente, para quem depende de ônibus não há outra saída. Precisamos usar uma estrutura horrível como essa. Não dá nem para sentar por causa do risco de desenvolver algum tipo de problema. Infelizmente para nós (usuários)”, lamentou Beatriz Fonseca.

Na tentativa de colher respostas para a situação precária dos abrigos, a reportagem contatou a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana de Natal (STTU), que se responsabiliza pela instalação e manutenção das paradas na capital. No entanto, até o fechamento da matéria nenhum retorno foi dado, ficando o espaço aberto para possíveis futuras manifestações da pasta.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.