Criatividade
Motorista de aplicativo cria cápsula para se proteger da Covid em Natal
Natalense Jefferson Ferreira, de 60 anos, faz parte do grupo de risco, por ser hipertenso, mas não pretende desistir de dirigir em meio à pandemia
Por Redação - Publicado em 05/06/2020 às 05:00
Agora RN
Motorista também tirou banco da frente e só aceita corridas com três passageiros
Publicidade
" Não sou aposentado ainda e não posso parar". Esse é o relato de Jefferson Ferreira, de 60 anos, que segue trabalhando como motorista de aplicativo em meio à pandemia da Covid-19, em Natal. Para tentar se proteger, ele adaptou o local de trabalho, o seu próprio carro, e criou uma espécie de cápsula de isolamento revestida por plástico.

Jefferson é hipertenso e, portanto, faz parte do grupo de risco da doença. “Como não posso parar, preciso do sustento de cada dia. Tive a ideia de criar essa proteção. Não só para mim, mas também para os meus passageiros”, contou ao Agora RN. Por isso, além da cápsula, o motorista tem sempre um pote de álcool em gel no carro.

“Retirei o banco que fica ao meu lado. Então, aceito apenas três passageiros por corrida. Também só dirijo usando máscara e peço para que todos utilizem. A proteção é muito importante neste momento, não podemos arriscar”, explicou.

O natalense trabalhava como motorista e prestava serviços para uma empresa terceirizada. Após sair do emprego no ano passado, encontrou no transporte por aplicativo uma solução para conseguir renda. Divorciado, Jefferson tem duas filhas, de 33 e 11 anos. Também tem uma neta, de 5, e ajuda nas despesas.

“Minhas filhas ficam preocupadas comigo, por ser hipertenso e continuar dirigindo. Mas é necessário, mesmo durante a pandemia, já que não tenho de onde tirar dinheiro. Tive que me adaptar e pretendo continuar trabalhando. Vou seguir me protegendo”, afirmou.

Até esta quinta-feira (4), Natal tinha mais de 3,7 mil casos confirmados de Covid-19, com 131 óbitos.

Jefferson Ferreira, 60 anos. Foto: Cedida
Publicidade
Publicidade