BUSCAR
BUSCAR
Burocracia
Para comemorar liberação de licença ambiental, empresário leva bolo e banda de forró até a sede do Idema
Idema demorou sete anos para expedir a Licença Ambiental de Instalação e Operação de um condomínio habitacional nas proximidade da Lagoa do Bonfim, em Nísia Floresta
Redação
29/01/2018 | 14:19

O empresário Marcos Lopes celebrou de maneira peculiar, para dizer o mínimo, a liberação de uma licença operação  para a construir condomínio habitacional em uma área próxima à Lagoa do Bonfim, em Nísia Floresta, na região metropolitana de Natal. Após sete anos de espera, ele, enfim, recebeu o documento do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema), mas, antes disso, comemorou a data com bolo e banda de forró.

A folia aconteceu dentro da sede do órgão, na sexta-feira passada, 27, e ganhou repercussão nas redes sociais. A Licença Ambiental de Instalação e Operação (LIO) era necessária para início das obras do Condomínio Eco Residencial Lagoa do Bonfim. O processo foi aberto em 2010, arquivado e só foi retomado em 2017.

Hoje, por conta dos anos de espera, o empresário afirma que não ter recursos para iniciar a construção do condomínio. “Demorou tanto tempo que não há mais recursos. Vou procurar um novo investidor”, informa o empresário.

Ele também é proprietário de um outro condomínio na região, sendo que as licenças para o empreendimento Costa Esmeralda não demoram tanto para sair – pouco mais de dois anos. Também é dono da casa de shows “Forró no Pote”.  “O processo passou pelos governos Wilma de Faria (2010), Rosalba Ciarlini (2011-2014) e Robinson Faria (2015-2018). É uma burocracia muito grande, pois poderia gerar empregos”, reclama. Ele avalia que poderia empregar até 240 pessoas com as obras do condomínio.

Ainda segundo Marcos Lopes, a ação na sede do Idema não foi uma crítica, mas uma celebração. Ele empunhou sanfona, tocou clássicos do forró e distribuiu bolo e petiscos entre os funcionários do órgão estadual. “Não era bem uma forma de criticar, mas de mostrar que o processo tinha se encerrado. Eu já conheço todas as pessoas do órgão, e isso de tanto ir até lá para verificar se a licença seria liberada. O ato foi, na verdade, uma comemoração”, afirma.

O empresário explica ainda que o Condomínio Eco Residencial Lagoa do Bonfim seria construído em uma área de 355 mil metros quadrados e contaria com 209 lotes. “Não afetaria as margens da lagoa. É um empreendimento que ficaria nas proximidades de um acesso à lagoa”, detalha.

Ao longo do último ano, de acordo com o instituto, os técnicos assentiram com a liberação do empreendimento no fim do ano passado. A demora do serviço, de acordo com o órgão, aconteceu por conta de diversas adequações  necessárias à construção do condomínio. Além disso, o projeto também deveria ficar ajustado aos parâmetros do Plano Diretor de Nísia Floresta.

Em 2017, ainda segundo o Idema, foram liberadas 3.238 licenças de operação. O prazo mínimo é de 30 dias para que o documento seja expedido.

 

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.