BUSCAR
BUSCAR
Mercado
Incertezas sobre reforma da Previdência e cenário externo derrubam a Bolsa
Receio de que presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), desembarque da articulação pela reforma movimenta investidores
Agência Estado
22/03/2019 | 14:55

Pelo quarto dia consecutivo, a Bolsa se mantém em queda. Nesta sexta-feira, 22, o Índice Bovespa chegou a 3,05% de baixa, por volta das 14h, impactada pelo cenário externo e pelo receio do investidor com o futuro da reforma da Previdência nas mãos do presidente Jair Bolsonaro.

Já o dólar alcançou R$ 3,899, alta de 2,59%, cotação turbinada pela aversão ao risco no mercado internacional. O movimento é justificado pelos renovados temores quanto ao ritmo da economia global.

Ações
Das 66 ações que compõem o índice Ibovespa, somente Suzano ON subia, influenciada pela alta do dólar. Na renda fixa, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2021 tinha taxa de 7,07%, ante 6,87% do ajuste de ontem.

Previdência no radar
As preocupações com a tramitação da reforma da Previdência permanecem nas mesas de operação. No início da tarde, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), negou em sua conta no Twitter que irá deixar a articulação da reforma da Previdência.

A afirmação veio em resposta a um questionamento da deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP) na rede social. “Nunca vou deixar de defender a reforma da Previdência”, disse. Desde o começo do dia, o mercado repercute ameaça dele de abandonar o trabalho de articulação.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.