BUSCAR
BUSCAR
Prazo
Governo do Estado ainda não tem prazo para quitar o 13º salário
Governador Robinson Faria aguarda o julgamento do mérito pelo Tribunal Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) do pedido de antecipação dos royalties do petróleo
Redação
16/11/2018 | 13:33

O governador Robinson Faria (PSD) aguarda o julgamento do mérito pelo Tribunal Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) do pedido de antecipação dos royalties do petróleo, em forma de empréstimo bancário, para o pagamento da folha dos servidores. O valor aguardado pelo governo está estimado em R$ 180 milhões.

De acordo com Robinson Faria, apesar de o Banco do Brasil ter autorizado a movimentação financeira, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) entrou com uma ação para impedir o empréstimo. “São R$ 180 milhões que poderiam pagar o 13º de 2017 e parte da folha de 2018. O dinheiro tem finalidade específica para o pagamento dos servidores”, explicou o governador, durante entrevista ao programa “Repórter 98”, da rádio 98 FM.

O dinheiro será utilizado para o pagamento do 13º salário de 15 mil servidores de 2017, além de parte da gratificação de 2018.  “Esperamos uma decisão do TJRN. São R$ 180 milhões, e a finalidade específica é para o pagamento dos servidores”, afirma.

Para 2019, Robinson Faria vai se afastar dos ambientes políticos. Ele quer se dedicar aos empreendimentos comerciais da família.  “Não tenho mais planos na área política, mas não estou me excluindo. Vou cuidar da minha vida pessoal e profissional. Vou ficar mais com os meus seis filhos”, diz.

Ele também torce por uma boa gestão da governadora Fátima Bezerra a partir de 2019. “Estou torcendo para que este governo dê certo. Não quero que façam com ela o que fizeram comigo. Queremos ajudar o Rio Grande do Norte”, encerra.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.