BUSCAR
BUSCAR
Saldo positivo
Economista acredita em recuperação na geração de empregos no RN
Estado perdeu 3.7 mil postos de trabalho em fevereiro, mas geração deve voltar a ser positiva no final do primeiro semestre e início do segundo
Redação
27/03/2018 | 11:57

O Rio Grande do Norte voltará a gerar empregos e o saldo será positivo com relação ao número de demissões. Essa é a previsão do economista e ex-chefe do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no Rio Grande do Norte, Aldemir Freire. Segundo ele, no entanto, uma previsão mais realista da economia ocorrerá após abril.

“Ainda é muito cedo para imaginar como será 2018. Eu ainda aposto que março vai dar negativo, mas tudo vai depender a partir de abril, como o emprego vai se comportar no Estado. Acho que tem a possibilidade de dar positivo, mas não será aqueles positivos que dava 10, 12, 13 mil postos de trabalho”, analisou o economista, em entrevista a 96fm na manhã desta terça-feira, 27.

Em fevereiro, o saldo na geração de empregos no Rio Grande do Norte foi novamente negativo. O Estado perdeu 3.570 postos de trabalho. O número de demissões foi quase 3 vezes maior que o do mesmo período do ano passado, representando um dos piores resultados para o mês ao longo de uma década.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.