BUSCAR
BUSCAR
Crise
Hering confirma fechamento de fábrica no RN, mas nega falta de empenho do governo do estado
Em Parnamirim desde 2009, a companhia centenária, considerada um prodígio do setor de confecções, tinha planos na época de alcançar a produção mensal de 400 mil peças mensais
Marcelo Hollanda
21/09/2020 | 16:30

A Hering vai fechar a fábrica de Parnamirim nas próximas semanas. A decisão foi confirmada pelo diretor superintendente da companhia, Maciel Eder Costa, durante uma conversa por telefone com o secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte, o empresário Sílvio Torquato.

Na conversa com Torquato, Maciel Eder Costa negou qualquer responsabilidade do governo estadual ou da Federação da Indústria na decisão.

Numa mensagem anterior enviada ao telefone de Torquato, o executivo afirma: “Não procede o que estão falando”. É uma referência aos comentários publicados num blog local, que atribui a decisão da empresa à falta de emprenho do governo estadual e da Fiern.

Planos da Hering

Em Parnamirim desde 2009, a companhia centenária, considerada um prodígio do setor de confecções, tinha planos na época de alcançar a produção mensal de 250 mil peças, pulando nos anos seguintes para 400 mil peças mensais, com a geração de 2.300 empregos diretos e indiretos no estado.

Com a pandemia, porém, a empresa passou a enxugar o quadro pessoal e hoje estaria apenas com 150 colaboradores no RN, que deverão ter seus contratos rescindidos até o mês que vem.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.