BUSCAR
BUSCAR
Superlotação
Seturn aguarda posicionamento da Prefeitura do Natal para ampliar frota
Na última semana, o Ministério Público de Rio Grande do Norte instaurou um inquérito civil para apurar superlotação do transporte público de Natal
Redação
10/08/2020 | 22:18

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos (Seturn) aguarda posicionamento da Prefeitura do Natal para ampliar a frota de ônibus. O sindicato diz que enviou cartas à Secretaria Municipal de Transporte Urbano (STTU), solicitando o planejamento operacional e o correspondente planejamento econômico financeiro, mas até agora não obteve resposta. Na última semana, o Ministério Público de Rio Grande do Norte instaurou um inquérito civil para apurar superlotação do transporte público de Natal.

O procedimento foi aberto após denúncias de ônibus circulando pela capital acima da capacidade máxima de pessoas. Segundo assessoria da STTU, o órgão não foi notificado até o momento sobre o inquérito.

“Eu utilizo o transporte para ir trabalhar. Está superlotado das 6h às 7h30 e das 16h às 18h. É bem complicado, chego a evitar dois ônibus, atrasando a ida e a volta do trabalho em quase uma hora”, conta Natan Guedes, morador de Natal que faz uso dos transportes públicos diariamente. Além da superlotação, ele conta que notou que as esperas nas paradas comparadas aos tempos antes da pandemia também aumentaram.

Atualmente, o sistema de ônibus conta com 54% da frota, segundo dados da STTU.

Segundo dados do Seturn, atualmente são realizadas 1.550 viagens por dia no sistema regular de transporte, com o volume de passageiros na semana passada em torno de 120 mil por dia, equivalente a 40% da média histórica (300 mil por dia), mas em contrapartida há 300 veículos em operação, aproximadamente 54% da frota regular. Assim, no atual momento há um volume de assentos muito superior à média histórica. Ainda segundo o sindicato, das 1.550 viagens apenas 1% delas tem lotação completa.

De acordo com o consultor técnico do Seturn, Nilson Queiroga, as empresas de ônibus estão atualmente seguindo os protocolos das autoridades desde que foi adotado o estado de calamidade e aumentando a frota em operação de acordo com a demanda de passageiros.

“A determinação de circular apenas 30%, inviabilizou a operação das linhas que operavam com 1 ou 2 veículos e também aquelas que eram sobrepostas a outras, como por exemplo: 30a, 31a, 33b, 57, 18, 20, 25, 34, além de outras. Mas outras linhas deram cobertura, diretamente ou através da integração temporal com a utilização do NatalCard, pagando apenas uma passagem”, explica. Ainda segundo ele, há cinco linhas que estão operando com mais de 80% da frota, sendo elas: 08, 40, 38, 50 e 73.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.