BUSCAR
BUSCAR
Política
Partido Novo promove workshop político para mulheres em Natal
Evento foi transmitido para para todo o Brasil e buscou incentivar e fortalecer o papel das mulheres no âmbito da política
Redação
22/12/2020 | 06:18

O Workshop para Mulheres – Rumo ao Congresso 2022 teve como intuito incentivar e fortalecer o papel das mulheres no âmbito da política e quebrar as barreiras que limitam a participação delas nos partidos políticos. O evento foi organizado pelo partido Novo e aconteceu no Holiday Inn.

De acordo com a dirigente partidária municipal, Kassandra Bezerra, respeitando as normas de segurança dos órgãos competentes, o evento ocorreu com um limite de 30 participantes presenciais e foi transmitido ao vivo, em uma live, para inscritos de toda parte do Brasil.

A participação das mulheres na política brasileira vem crescendo nos últimos anos e dentro do Novo não é diferente. Cerca de 35% dos vereadores eleitos pelo partido em 2020 são mulheres e nas capitais essa proporção é de 73%.

A vereadora eleita pelo Novo, Indiara Barbosa falou do seu dia a dia na Câmara. “Sou mãe do Luigi, de 7 anos. Minha principal motivação para ter entrado na política é deixar uma cidade e um país melhor pra ele e para as futuras gerações”, conta e ressalta que é possível participar da política mesmo tendo que conciliar as atividades de mãe. Conta ainda que, graças ao tratamento igual que recebemos dentro do partido foi possível ser a vereadora mais votada de Curitiba em 2020.

Outras líderes inovadoras, inspiradoras e corajosas, que desafiam diariamente a classe feminina para dar força a democracia e criar um futuro melhor, também participaram do evento, Carmen Migueles, Juliana Benício, Alayde Passaia, Janaína Lima, Patrícia Vianna e Cris Porto, que puderam contar um pouco de suas experiências e vivências no meio político.

A dirigente partidária do Novo em Natal, Kassandra Bezerra falou sobre a atuação feminina na política. “Lugar de mulher é onde ela quiser. Inclusive na política, não precisamos de cotas, mas ser incentivadas a essa participação através da quebra de paradigmas, a mulher está apta e qualificada a participar do debate político, social ou econômico através do mérito”, disse Kassandra e acrescenta que a busca por capacitação deveria ser uma obrigação de qualquer político para estar em um cargo público, seja ele homem ou mulher.

Já a candidata a prefeita de Niterói, pelo Novo, Juliana Benício, comentou que a política é um dos setores da sociedade que menos tem participação da mulher. “Em cargos do executivo, nossa participação não chega a 6%. Por outro lado, é por meio da política que as maiores mudanças da sociedade ocorrem. É por meio dela que orientamos os gastos públicos e escolhemos onde investir nosso futuro. É inadmissível que tão poucas mulheres participem dessas escolhas. Nós precisamos tomar as rédeas das decisões importantes de nossa sociedade”, enfatiza.

Alayde Passaia, candidata a vereadora pelo Novo, aproveitou o momento para falar de suas experiências em campanhas. “Sou mulher e amo estar na política. Acredito que temos uma grande sensibilidade, um poder de conseguirmos fazer muitas tarefas ao mesmo tempo e a experiência única de podermos gerar a vida e cuidar dos nossos filhos com tanto instinto de sobrevivência”, explica.

Ela falou que todas essas habilidades juntas mais a competência e capacidade na política, podem realmente fazer a diferença na sociedade. “Não precisamos de cotas, precisamos é nos convencer que somos importantes independentemente do sexo e muito mais importante, é termos políticos capacitados e competentes”, completa. O evento contou ainda com as participações do Presidente Nacional do Novo, Eduardo Ribeiro e o Presidente do Diretório Estadual do RN, Fábio Macêdo.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.