BUSCAR
BUSCAR
Declaração
“Não quero falar sobre política”, diz Álvaro Dias em visita de Bolsonaro ao RN
Prefeito definiu transposição como obra extraordinária, sonhada por todo o povo nordestino, sertanejo e seridoense
Adenilson Costa
10/02/2022 | 08:33

“Não quero falar sobre política. Neste momento, meu foco é a gestão e administração da cidade de Natal”, declarou o prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), nesta quarta-feira 9. Acompanhando a visita oficial do presidente Jair Bolsonaro (PL) aos municípios de Jucurutu e Jardim de Piranhas, para a entrega simbólica das obras de transposição do Rio São Francisco ao Estado, ele fez questão de ressaltar sua preferência por Rogério Marinho no Senado. “Rogério Marinho, se for sair candidato ao Senado, eu voto nele”, reforçou.

Questionado sobre os impactos políticos que a visita do presidente poderá causar nas eleições gerais no Estado, sobretudo em relação à possibilidade do lançamento do presidente da Assembleia Legislativa e do diretório estadual do PSDB, deputado estadual Ezequiel Ferreira, ao governo do RN, o prefeito declinou na resposta. “Não quero falar sobre política nesse momento”.

Álvaro definiu a transposição do Rio São Francisco como, “uma obra extraordinária, sonhada por todo o povo nordestino, sertanejo e seridoense e que agora se tornou concreta. É uma realização que vai perenizar vários rios, inclusive o rio Piranhas-Açu, e consolidar a Barragem de Oiticica, que emancipará hidricamente os 28 municípios da região Seridó”, explicou.

“Um dia histórico”, diz Ezequiel Ferreira

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado e presidente do PSDB potiguar, Ezequiel Ferreira, afirmou ao AGORA RN que não participou da recepção ao presidente Jair Bolsonaro, não pôde ir até a região do Seridó, acompanhar a chegada das águas da transposição do Rio São Francisco, por motivos pessoais. No entanto, fez pronunciamento no plenário, nesta quarta-feira 9, enfatizando que, “o Rio Grande do Norte vive um dia histórico com a chegada das águas do São Francisco”.

Ezequiel relembrou o empenho da Assembleia Legislativa ao longo do tempo, na luta a favor da conclusão das obras e que a Casa Legislativa nunca se conformou com “a vida severina de nosso povo que sente as agruras da seca”. Lembrou que a transposição é uma dívida que o governo brasileiro tinha com o Nordeste e ressaltou o papel do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho (PL) no processo. “Conhecedor do sofrimento agudo da falta de água, entendeu que não havia mais espaços para medidas paliativas”.

“A chegada das águas do São Francisco ao RN demorou 16 anos. Uma das obras de Estado que talvez tenha sido a mais demorada nesses últimos tempos. Finalmente, um governo olhou a necessidade de enfrentar um quadro de desigualdade regional que perdura há muito tempo”, disse o deputado. “Temos certeza de que isso tornará nossa região muito mais produtiva, ajudará a combater a pobreza local e atingirá os objetivos do desenvolvimento sustentável”, completou em seguida.

Ainda em seu discurso, Ezequiel destacou o anúncio feito pelo ministro Rogério Marinho de mais R$ 10 milhões para as obras da Barragem de Oiticica, assim como os avanços das obras do Ramal do Apodi e da adutora do Seridó, que serão determinantes para a chegada das águas a diversos municípios potiguares.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.