BUSCAR
BUSCAR
Projeto
Movimento Fora do Padrão: aceitação e amor próprio
Movimento criado por Cecília Oliveira e Carla Nogueira comemora dois anos de existência e resistência contra a gordofobia
Nathallya Macedo
29/09/2020 | 05:12

“Você tem um rosto tão bonito, só precisa emagrecer um pouco”. Pode parecer um elogio genuíno, mas essa e outras frases semelhantes carregam estereótipos ultrapassados e cheios de preconceitos. É assim, disfarçada, que a gordofobia ainda reverbera na sociedade, fazendo com que pessoas sejam discriminadas por causa do peso, tanto na vida pessoal e afetiva quanto na profissional.  

Como o mundo é pouco apropriado a corpos gordos e aos donos deles, realizar atividades do cotidiano pode ocasionar diversos desafios. Comprar roupa, por exemplo, é quase sempre uma experiência desgastante emocionalmente. Em um ambiente comercial que institucionaliza o preconceito, modelos magras são exibidas pelas marcas como ideais de beleza.  

Foi observando o comportamento gordofóbico do mercado que a jornalista Cecília Oliveira e a empreendedora Carla Nogueira resolveram criar o “Fora do Padrão”. Em 2018, o projeto surgiu como um bazar. “Inicialmente a proposta era vender roupas a partir do tamanho 44. Desde o início, tínhamos rodas de conversa pautando o empoderamento feminino e a luta contra a gordofobia”, relembrou Cecília.  

De lá para cá, o bazar cresceu e virou o “Movimento Fora do Padrão”. A dupla então começou a produzir eventos na capital potiguar, além de promover palestras focadas na aceitação e no amor próprio. “O sentimento de superação sobrepõe o cansaço da militância. Acredito que mesmo diante de muitas dificuldades, temos mais visibilidade. Estamos nas redes sociais, na TV, nas revistas, e muitos já entendem e respeitam a nossa causa, mas é um processo de educação continuada, para que as pessoas consigam desconstruir a imagem do corpo gordo e o aceitem”, afirmou Carla. 

Agora, a iniciativa comemora dois anos de existência com uma série de lives no perfil do Instagram. A primeira conversa foi realizada com a filósofa e ativista Malu Jimenez, que falou sobre o lançamento do livro “Lute como uma gorda”. Além de escritora, ela é doutora em Estudos de Cultura Contemporânea pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e fundadora do Grupo de Estudos Transdisciplinares do Corpo Gordo no Brasil. 

O próximo bate-papo será com Alice Primo, do blog Madame Curves, de São Paulo, que discutirá o tema moda plus size. A live acontece neste sábado 3, às 17h, no Instagram (@movimentoforadopadrao). Já o encontro virtual do dia 10 de outubro contará com Ellen Valias (@atleta_de_peso), que vai falar sobre a relação entre o corpo gordo e a atividade física. A programação encerra no dia 17 de outubro com a participação de Adriana Santos, da Bahia, integrante do “Movimento Vai ter Gorda”. 

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.