BUSCAR
BUSCAR
Diálogo
Mourão destoa de Bolsonaro e diz que Biden pode ser parceiro na Amazônia
Em entrevista, Mourão disse que vitória de Biden não irá interferir na política ambiental brasileira, e sugeriu até eventuais parcerias
UOL
12/11/2020 | 06:10

O vice-presidente do Brasil e presidente do Conselho Nacional da Amazônia, Hamilton Mourão (PRTB), comentou sobre as eleições nos Estados Unidos. Mourão disse que a vitória de Joe Biden não irá interferir na política ambiental brasileira, e sugeriu até eventuais parcerias.

“Uma vez que o Brasil continue com a política que tem demonstrado, nossa seriedade no trato da questão ambiental e da Amazônia, não vejo problema nenhum. Estaremos lado a lado e poderemos até usufruir de alguns investimentos que poderão ser canalizados, ou apoio financeiro para os avanços que precisamos ter na Amazônia”, afirmou ao programa ‘Ponto a Ponto’, do Band News.

Mourão reafirmou que a relação com o Brasil é de “estado para estado” e que Biden terá outras questões para resolver antes de tratar sobre a Amazônia. Biden havia dito que, se o Brasil não cumprisse regras e protegesse a Amazônia, sofreria retaliações econômicas.

“A relação com os EUA é secular. Biden terá inúmeros problemas, como o relacionamento com a China, problemas com a Europa Ocidental e os próprios problemas internos. Ele precisa buscar uma união nacional, baixar as tensões para posteriormente se dedicar a outras questões”, disse.

O posicionamento do vice-presidente destoa das declarações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que rebateu a possibilidade de retaliação do democrata em relação à Amazônia, argumentando: “Apenas diplomacia não dá. Quando acabar a saliva, tem que ter pólvora, senão não funciona. Precisa nem usar a pólvora, mas tem que saber que tem. Esse é o mundo”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.