BUSCAR
BUSCAR
Declaração
Moro lamenta Deltan fora da Lava Jato: ‘Espero que possa prosseguir’
Procurador deixou a força-tarefa. Ex-juiz parabenizou o procurador
Redação
01/09/2020 | 18:28

O ex-juiz da Lava Jato e ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, comentou em seu Twitter nesta terça-feira 1º a saída do procurador da República Deltan Dallagnol da força-tarefa da Lava Jato no Paraná. Moro afirmou que, apesar da saída do procurador, espera “que o trabalho da FT [força-tarefa] possa prosseguir”.

Moro também parabenizou Dallagnol pela “dedicação à frente da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba”. Disse que o trabalho do procurador “alcançou resultados sem paralelo no combate à corrupção no país”.

Dallagnol esteve à frente da coordenação da Lava Jato desde a 1ª operação deflagrada pela força-tarefa, em 14 de março de 2014.

“Por todo esse período, enquanto Coordenador dos trabalhos, Deltan desempenhou com retidão, denodo, esmero e abnegação suas funções, reunindo raras qualidades técnicas e pessoais. A liderança exercida foi fundamental para todos os resultados que a operação Lava Jato alcançou, e os valores que inspirou certamente continuarão a nortear a atuação dos demais membros da força-tarefa, que prosseguem no caso”, disse o MPF, em nota.

O procurador explicou, em 1 vídeo publicado em seu Twitter, que tomou a decisão após ele e sua mulher identificarem sinais de “regressão” no desenvolvimento de sua filha.

*Com informações do Poder 360

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.