BUSCAR
BUSCAR
Violência Sexual
Menina de 11 anos engravida após ser estuprada pelo padrasto no MS
Homem foi preso pela Polícia Civil após a gravidez da menina ser descoberta em meados em agosto
Redação
03/09/2020 | 14:47

Uma criança de 11 anos engravidou após ser estuprada pelo próprio padrasto, um homem de 23 anos. O caso aconteceu em uma aldeia indígena no Mato Grosso do Sul, a 355 km de Campo Grande, capital do estado. 

O homem foi preso pela Polícia Civil após a gravidez da menina ser descoberta, em meados em agosto, quando a criança precisou procurar um hospital, queixando-se de fortes dores abdominais. Segundo o Ministério Público do Mato Grosso do Sul, o agressor foi denunciado e virou réu anteontem pelo crime de estupro de vulnerável.

De acordo com depoimento da criança durante o atendimento médico, os abusos sexuais ocorriam quando a mãe dela, de 26 anos, saia para trabalhar. A Polícia Civil afirma que ela não tinha conhecimento das agressões. Responsável pelo caso, o delegado Caio Macedo afirma que o acusado não tinha emprego fixo e tirava o sustento de trabalhos braçais realizados esporadicamente em fazendas da região.

A menina que está com 27 semanas de gestação ainda não manifestou desejo de realizar o procedimento para interrupção da gravidez, direito garantido por lei em casos de estupro ou quando há risco de vida para a mãe ou o bebê. 

Este é mais um caso a ganhar repercussão, em menos de um mês, envolvendo gestação em crianças vítimas de estupro. Em agosto, uma menina do Espírito Santo precisou ser submetida a um aborto legal após ser abusada sexualmente pelo próprio tio. A garota de 10 anos virou alvo de protestos por parte de grupos cristãos, que tentaram impedir a interrupção da gravidez, garantida por lei.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.