BUSCAR
BUSCAR
Resposta
Joice Hasselmann não perdoa e pode fazer B.O. contra o senador Styvenson Valentim; entenda o caso
“E aquela deputada feminista que apareceu com oito fraturas na cara agora, querendo livrar a cara do marido?”, perguntou um participante da live ao senador
Redação
26/07/2021 | 14:20

A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) informou através de suas redes sociais que irá à polícia na tarde desta segunda-feira 26 fazer um boletim de ocorrência contra “um senador, dois deputados e um ‘guitarrista’ mal amado” por declarações sobre o episódio de violência que a parlamentar sofreu nos últimos dias,  em que classifica como ‘atentando’.

A deputada ainda disse que pedirá a ‘prisão de um blogueiro presidiário que mesmo em condicional tentou entrar na sua casa ontem’.

IMG 20210726 WA0028Foto: Reprodução/Twitter

A possibilidade de Styvenson Valentim (Podemos) ser o o senador que Hasselmann vai denunciar se sustenta nos comentários do parlamentar potiguar sobre as agressões sofridas pela deputada federal na semana passada. Ele se pronunciou sobre o caso em uma live nas redes sociais. Na ocasião, Valentim também relativizou agressões contra a mulher, dizendo não saber o que ela fez para merecer apanhar.

“E aquela deputada feminista que apareceu com oito fraturas na cara agora, querendo livrar a cara do marido?”, perguntou um participante da live ao senador.

Foi quando Valentim comentou: “Aquilo ali, das duas uma: ou duas de quinhentos [o senador fez um gesto com as mãos, imitantando, chifres] ou uma carreira muito grande [ele inspira forte, fazendo analogia ao uso de cocaína). Aí ficou doida e pronto… saiu batendo em casa”, disse.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.