BUSCAR
BUSCAR
Rompimento
Fernandinho: “Vou despachar das ruas de Mossoró”
Ele acredita que sua pré-candidatura à ALRN motivou rompimento com Allyson
Adenilson Costa
22/12/2021 | 08:30

“Irei despachar das ruas, praças públicas, casas de amigos e comércios de Mossoró, porque estou sem gabinete. E o carro cedido pela Prefeitura, não teremos combustível, então vamos entregar o veículo ao prefeito”. Esse foi o desabafo do vice-prefeito de Mossoró, Fernandinho das Padarias (PSD), que, além de estar sem gabinete para trabalhar, teve todas as pessoas indicadas por ele exoneradas pelo prefeito Allyson Bezerra (SDD), nesta terça-feira 21.

“Eu recebi com muita surpresa, porque todos os exoneradas foram indicados por nós, trabalharam na nossa campanha. São todos aliados. Elas foram para as ruas pedir votos para nos elegermos. Essa atitude do prefeito nos causou estranheza”, explicou Fernandinho.

Em entrevista exclusiva ao jornal AGORA RN, nesta terça-feira 21, o vice-prefeito de Mossoró, ainda filiado ao PSD, acredita que o fato dele ter anunciado o seu desejo pessoal de ser pré-candidato a deputado estadual nas eleições de 2022 e de se filiar a um outro partido fez com que Alysson rompesse com ele.

“Não vejo outros motivos. Mas, nós (eu e o prefeito) já tínhamos conversado desde o início da campanha do ano passado. Inclusive, ele quis saber se, durante a campanha para a prefeitura, eu teria vontade de ser candidato a deputado estadual ou federal. Na época, eu disse: ‘olha, meu amigo, vamos para as ruas vencer as eleições e depois a gente define se vamos ser federal ou estadual’. Dessa forma, de lá para cá, aos finais de semana, em meus momentos de lazer, eu fazia visitas ao povo de Mossoró. Creio, que isso, também deva ter sido outro motivo para ter desagradado ao senhor prefeito”, esclareceu.

“Vou sair do PSD, porque a sigla é comandada pelo ex-governador Robinson Faria, que deixou quatro folhas de salários atrasados e afundou o RN. Agora, ele tem o projeto do filho, Fábio Faria (ministro das Comunicações), que é pré-candidato ao Senado Federal. E a candidatura de Fábio é apoiada pelo prefeito Allyson. Em relação a esse apoio, a gente não comunga da mesma ideia”, enfatizou.

Fernandinho disse que está conversando com partidos aliados à governadora Fátima Bezerra (PT) e também o Republicanos. “Creio que dentro dos próximos 30 dias, devemos anunciar ao povo da cidade de Mossoró e do Rio Grande do Norte, qual será o partido que escolheremos”, disse.

Allyson Bezerra é oposição a governadora Fátima e apoia o ministro Fábio Faria para o Senado em 2022. Já o seu vice-prefeito começou a se afastar do Palácio da Resistência quando demonstrou interesses contrários dentro da estrutura administrativa, inclusive ao anunciar que vai ingressar em outro partido alinhado com a governadora.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.