BUSCAR
BUSCAR
Declaração
“Fátima Bezerra é desastrosa e não merece ser reeleita”, diz Coronel Azevedo
Para deputado, governadora está desesperada para vencer eleição e fará acordo com quem for para manter poder
Adenilson Costa
04/03/2022 | 09:13

“Fátima não merece ser reeleita”, decretou o presidente do PSC potiguar, deputado estadual Coronel Azevedo, ao afirmar que Fátima Bezerra (PT) não deve ocupar novamente a cadeira de governadora do Rio Grande do Norte. Para ele, a gestora petista foi “desmascarada” pelos professores da rede estadual de ensino, que lutam pela implantação do novo piso salarial, ainda não realizado pelo Estado.

Em entrevista ao AGORA RN, nesta quinta-feira 3, o deputado afirmou que a governadora, enquanto sindicalista, foi a relatora da proposta de lei que pede o reajuste do piso nacional dos professores. E que, por este motivo, ela deveria ser a primeira governante de estado do país a dar o exemplo.

“Essa era a hora para ela dar o exemplo, dizendo que o Rio Grande do Norte é o primeiro Estado do Brasil a pagar o piso. Mas, na condição de administradora, não quer conceder o reajuste. A educação pública veio desmascarar ela, revelando quem ela é de verdade. Após Fátima vestir uma fantasia de defensora dos servidores públicos, acabou mostrando que foi só narrativa, em busca de fazer a sua carreira política”, disparou.

“Fátima Bezerra é um desastre em todas as áreas. Por onde a gente anda, observa as estradas esburacadas. A saúde é um desmantelo geral. Ela prometeu construir um hospital regional em Canguaretama e não fez, muito pelo contrário, fechou a unidade que existia lá. Todos os dias, recebemos reclamações de pessoas sobre o desabastecimento de medicamentos nos Unicats do Estado”, denunciou.

Para ele, Fátima é uma gestora “desastrosa”, tendo em vista que o Rio Grande do Norte arrecadou recursos milionários nos últimos três anos. Azevedo afirmou ainda que a gestão petista “afundou” o Estado e ressaltou que o RN foi o que menos investiu em receita corrente líquida em obras e outros investimentos em 2021, deixando o Estado em 25º lugar, em relação aos outros estados brasileiros.

“Outra estatística vexatória para ela, que se diz professora e foi presidente do Sinte/RN, é que a Fundação Getúlio Vargas fez uma avaliação sobre o ensino remoto no Brasil em 2020. E o pior Estado da região Nordeste foi o RN, que teve desempenho abaixo do esperado”, explicou.

Rejeição está aumentando porque potiguar está conhecendo quem é ela, diz o deputado

Para o líder do PSC potiguar, a cada pesquisa de intenção de votos, a rejeição ao nome de Fátima Bezerra vem crescendo. “Isso é um indicativo de que o povo do RN está conhecendo quem ela é. Ela está desesperada para se reeleger. Fátima está seguindo a cartilha do ex-presidente Lula, que tem por objetivo o poder, não importa com quem tenha que fazer alianças políticas. Está indo na mesma linha, vai fazer acordos com quem for para continuar enraizada no poder, esse é o desejo dela”, afirmou.

“Recebemos mais de R$ 200 milhões destinados para a segurança pública. Mas, o que se vê é uma perseguição contra os policiais militares, tendo em vista que a reforma da previdência dos militares estaduais retirou direitos, como, por exemplo, o não pagamento da contribuição previdenciária para os PMs que estão morrendo com doenças incapacitantes”, apontou.

Azevedo acredita que antes da eleição do presidente Jair Bolsonaro (PL), existiam dezenas de Estados e municípios com salários de servidores atrasados e, “após Bolsonaro chegar ao poder, não tem mais nenhum com folhas de pagamentos atrasadas. Fátima usa isso como uma bandeira política, dizendo que ela é quem está pagando os salários dos servidores estaduais atrasados, quando na verdade são repasses do governo federal”.

Sobre a possível aliança política com Carlos Eduardo Alves (PDT) para a chapa majoritária, Azevedo acredita que, “isso mostra que alguns políticos atendem a conveniências momentâneas, as circunstâncias do momento, uma vez que os eleitores de Bolsonaro decidiram apoiar o ex-prefeito de Natal no segundo turno da eleição passada”, afirmou.

Nominatas do PSC

Azevedo explicou que buscará a reeleição nas eleições de outubro. “O partido hoje está em um processo avançado de formação das nominatas, pensando nas vagas de deputado estadual e federal. Somos alinhados com o presidente Jair Bolsonaro. Fomos o único partido que votou 100% a favor do voto impresso e auditável”, destacou.

“Em uma primeira reunião da nossa executiva estadual, existe a possibilidade do partido não ter candidato próprio ao governo do Estado. Mas, caso Bolsonaro sinalize com o apoio a alguma candidatura, esse será o nome que nós iremos apoiar. Agora, se o presidente não optar com nenhuma pré-candidatura no RN, teremos que reunir o partido no e decidirmos se ficaremos neutro ou se apoiaremos algum nome da oposição”, finalizou o deputado, ao comentar a escolha para cargos de senador e governador do Estado.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.