BUSCAR
BUSCAR
Para Ver e Ouvir
“Esses Dias”, distanciamento social e as confissões de saudade de André Rangell
Cantor fala sobre nova composição, lançada em abril, e de sua relação com o isolamento, frente à pandemia do novo coronavírus
Felipe Salustino
16/05/2020 | 10:58

Artista de múltiplas facetas, André Rangell (28) está com saudades da família, dos palcos, dos amigos, dos fãs, do mar. Isolado no próprio apartamento, em Natal, desde março, por causa da pandemia do novo coronavírus, o cantor decidiu confessar a saudade ao público no dia 17 de abril, quando lançou sua mais recente canção.

“A vida já mudou, o mundo, enfim, parou! E agora eu já não sei lidar se nem a tua mão posso tocar”.

Os versos iniciais da canção “Esses Dias” descritos acima (para ver o clipe oficial, clique AQUI), são um reflexo do olhar sensível de André sobre as transformações recentes pelas quais o planeta vem passando, e espelham, em certo ponto, uma melancolia – latente até o lançamento da música – com a qual o artista teve de aprender a conviver nos últimos dias.

“Eu acordei e senti como se alguém tivesse roubado a vida de mim, aquela vida que eu tanto amava, repleta de shows, rodeada de amigos e fãs. Eu precisava expressar isso de alguma forma. Então, comecei a escrever a música e tudo foi muito natural e sincero”, explica o cantor, ao acrescentar que todo o processo (de composição, produção e gravação da música) aconteceu em um único dia.

Para driblar as dificuldades da quarentena, André revela que o cuidado com o corpo e a mente aflorou durante o confinamento. “Sempre cuidei da minha carreira sozinho. Fecho contratos, componho, gravo minhas músicas e clipes. Não tinha muito tempo para mim. Agora, cuido mais do corpo e da mente. Tenho praticado exercícios físicos, faço minha própria comida. Mas é claro que não vejo a hora de voltar aos palcos e de ir ao mar. Eu sou apaixonado pelo mar”.

O começo de tudo

André deu os primeiros passos na música aos 16 anos, quando tornou-se finalista do Festival da Canção e da Cultura Potiguar, promovido pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte em 2008. O cantor foi novamente finalista no ano seguinte. Em 2010, André deu passos mais largos e chegou à final de um festival nacional de rock independente em Brasília (DF).

Os festivais projetaram o cantor para os palcos potiguares. A partir daí, apresentações em bares, boates e outros locais da cena musical noturna começaram a se multiplicar. Os shows mais recentes do cantor, antes da quarentena, mesclavam composições autorais a criações de outros artistas.

Para compor, André revela que é ele próprio a inspiração de suas canções. “Eu diria que 99% das minhas músicas são autobiográficas. Falam das minhas experiências, da minha forma de pensar, dos meus sentimentos e das minhas relações”.

Pausa nos shows

O último show, uma semana antes do isolamento, celebrou o aniversário do artista. André descreve a apresentação como uma apoteose, que foi também, ao mesmo tempo, um prenúncio de despedida.

“A festa aconteceu num festival de rock, em Natal, com casa cheia, presença da família, dos amigos e da grande maioria dos fãs. Estava todo mundo no auge do carinho, da felicidade, da entrega. Foi incrível.  Hoje eu percebo que era uma despedida, ainda que momentânea, mas uma despedida. Vivemos tudo de uma forma tão intensa. Nós fomos muito felizes aquela noite”.

Hoje, para contornar a saudade, André utiliza diariamente as redes sociais, uma forma de se manter mais perto do público e de se reinventar. “É uma distância que aproxima. Sempre tive um elo muito grande com os fãs, mas agora isso cresceu, mesmo sem os encontros nos palcos. O momento é de se reinventar. Não estou falando da arte de cada um em si, porque esta reflete a expressão de cada artista”, conta.

“Eu estou falando que a forma de entregar a arte ao público mudou. Agora há mais tempo para produzir novas músicas, o artista pode fazer uma live, gravar um vídeo e colocar nas redes sociais”, sugere. A propósito, o artista fará uma live no Instagram (@andrerangelloficial) neste domingo (17), a partir das 15h.

Aos fãs, André manda um recado cheio de saudades. “Eu não vejo a hora de reencontrá-los e de abraçá-los. Estou sentindo falta de todos”. E acrescenta aos risos: “Quero dizer que o local onde eu fizer meu primeiro show (após o isolamento) vai precisar de reforma, porque eu vou abalar as estruturas”.

Acompanhe o artista pelas redes sociais e também pelo YouTube:

Facebook: André Rangell

Instagram: @andrerangelloficial

YouTube: André Rangell

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.