BUSCAR
BUSCAR
Queda
Enem tem apenas 28 redações nota 1.000, menor número desde 2013
Tema abordou a saúde mental das pessoas. No Enem anterior, 55 redações conseguiram a nota máxima
Redação
30/03/2021 | 16:00

O Enem 2020 teve o menor número de redações com nota máxima (1.000 pontos) pelo menos desde 2013, quando o Inep, que organiza a prova, passou a divulgar esse dado.

Dos mais de 2,7 milhões de candidatos que fizeram a prova de redação, apenas 28 tiveram nota mil na redação. É quase a metade do total de notas máximas na redação do Enem de 2019. As notas do Enem foram divulgadas nesta segunda-feira (29) .

Total de candidatos com redações nota 1000 do Enem

2020 – 28 candidatos. Tema: O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira
2019 – 53 candidatos. Tema: Democratização do acesso ao cinema no Brasil
2018 – 55 candidatos. Tema: Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet
2017 – 53 candidatos. Tema: Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil
2016 – 77 candidatos. Tema: Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil
2015 – 105 candidatos. Tema: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira
2014 – 250 candidatos. Tema: Publicidade infantil em questão no Brasil
2013– 481 candidatos. Tema: Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil

A média geral na prova de redação foi 588,74. Ao todo 2.723.583 redações foram entregues e corrigidas.

Além dos 28 participantes que obtiveram nota máxima (1000), um total de 87.567 zeraram, sendo redação em branco o motivo com maior percentual (1,12%), seguido de fuga ao tema (0,93%) e texto do texto motivador (0,46%).

Critérios de correção

Como redações do Enem são avaliadas em cinco competências e cada uma vale 200 pontos, se o estudante conseguir a pontuação máxima em todas, a nota será mil. Para a professora de português, Elaine Antunes, do Curso Escreva, “a correção dos textos tem um processo bem arramado para evitar injustiças, a redação é lida por dois corretores e se as notas são muito diferentes, passam por uma terceira opinião.

Elaine também destaca que a nota da redação é um norte para o estudante “saber das chances reais para as faculdades públicas, um aluno que estudar Medicina sabe que a nota deve ser de 940 de mil, se for inferior, dificilmente conquistará uma vaga em uma federal. “

A professora detalha os cinco critérios usados ​​para a correção da redação:

O primeiro critério é demonstrar de domínio da escrita formal da língua portuguesa. “O aluno precisa mostrar domínio da gramática.”

O segundo é compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema. “Nesta parte, o estudante deve mostrar o seu repertório, os conhecimentos adquiridos ao longo de sua formação com a leitura de livros, filmes, documentários, etc.”, explica. “Não basta falar da saúde mental, mas é preciso abordar o estigma que existe em torno do problema no Brasil.”

O terceiro ponto é ter coerência do projeto inicial do texto até o final. “O título não é obrigatório, mas se colocar, ele deve ser coerente à argumentação”, diz. “Sem dúvida, os critérios dois e três são os mais difícieis para os estudantes.”

Em quarto, a coesão é avaliada, o candidato deve conhecer dos mecanismos linguísticos base para a construção da argumentação. Por último, é avaliada como foi elaborada a proposta de intervenção para o problema abordado. Outro aspecto importante “os candidatos não podem infringir os direitos humanos, caso isso ocorra, vai zerar nesta quinta competência”, explica Elaine.

Redações nota zero

A nota do Enem é a principal porta de entrada para as universidades federais pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada) e para as bolsas de estudos em instituições por meio do Prouni (Programa Universidade para Todos). Para participar desses programas, o estudante não pode ter tirado zero na redação.

A redação recebe nota zero se apresenta um problema:

• fuga total ao tema;

• não obediência ao tipo dissertativo-argumentativo;

• extensão de até sete linhas manuscritas, qualquer que seja o conteúdo, ou extensão de até dez linhas escritas no sistema Braille;

• cópia de texto (s) da Prova de Redação e / ou do Caderno de Questões sem que haja pelo menos oito linhas de produção própria do participante;

• impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação, em qualquer parte da folha de redação;

• números ou sinais gráficos sem função clara em qualquer parte do texto ou da folha de redação;

• parte deliberadamente desconectada do tema proposto;

• assinatura, nome, inicial, apelido, codinome ou rubrica fora do local devidamente designado para uma assinatura do participante;

• texto predominante ou integralmente escrito em língua estrangeira;

• folha de redação em branco, mesmo que haja texto escrito na folha de rascunho; e

• texto ilegível, que impossibilite sua leitura por dois avaliadores independentes.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.