BUSCAR
BUSCAR
Encontro
Elon Musk vem ao Brasil e se encontra com Bolsonaro
Bilionário sulafricano e presidente brasileiro se encontraram nesta sexta-feira 20 no interior de São Paulo e fecharam parceria
Redação
21/05/2022 | 08:30

O governo braisleiro e a empresa Starlink, de Elon Musk anunciaram ontem 20 uma parceria para que a companhia compartilhe dados de satélites que teriam função de monitoramento na Amazônia e também conecte escolas em zonas rurais da região à internet via satélite. O encontro entre o presidente Jair Bolsonaro e Fábio Faria, Ministro das Comunicações e o bilionário sulafricano aconteceu no interior de São Paulo. Os serviços que serão prestados, no entanto, não foram divulgados.

Bolsonaro afirmou que o encontro que estava programado para acontecer em março foi adiado em virtude da Guerra da Ucrânia. O presidente do Brasil definiu o encontro como “o início de um namoro que com certeza será um casamento”.

Musk responder a perguntas da plateia presente no evento. Em seguida, em um discurso, Jair Bolsonaro afirmou que a compra do Twitter por Musk foi “um sopro de esperança” e que conta com o bilionário para que a Amazônia “seja conhecida por todos”. “Hoje em dia poderíamos chamar de mito da liberdade, aquilo que nos fará falta para qualquer coisa que porventura pensarmos no futuro. Quando se anunciou a compra no Twitter, foi como um sopro de esperança. O mundo todo passa por pessoas que querem roubar a liberdade de nós, e a liberdade é a semente para o futuro”, disse.

Musk foi questionado sobre como a Starlink poderia garantir que suas operações na Amazônia promoveriam a preservação. “Você pode produzir muitas imagens e vídeos para tentar entender o que está acontecendo. Você precisa dessa conectividade”, defendeu. Entretanto, especialistas apontam que a tecnologia da Starlink permite somente conexão remota e envio de fotos e vídeos, como qualquer troca de arquivos, por exemplo, via Whatsapp.

DECLARAÇÃO. O presidente Bolsonaro afirmou ainda que a Amazônia é vítima de mentiras. “Contamos com Elon Musk para que a Amazônia seja conhecida por todos no Brasil e no mundo, como ela é preservada por nós e quanto malefício causam aqueles que difundem mentiras sobre a região”, defendeu.

A Starlink, empresa de satélite que Musk que apresentar a Bolsonaro, já tem aval para operar no Brasil desde janeiro. A companhia opera satélites de órbita baixa. Esse tipo de equipamento fica mais próximo do solo, oferecendo internet de alta velocidade para regiões remotas.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.