BUSCAR
BUSCAR
Investigação
Comprovantes confirmam depósitos na conta de parentes de pastores no escândalo do MEC
A Polícia Federal investiga o caso
Redação
26/06/2022 | 07:48

Enviados à Controladoria-Geral da União (CGU),  pelo empresário José Edvaldo Brito, os comprovantes confirmavam a realização de depósitos nas contas de parentes dos pastores que são suspeitos de desviar recursos da educação.

A TV Globo foi quem teve acesso ao comprovante de pagamento, que foi realizado no dia 05 de agosto de 2021. Sime Prag do Brasil LTD ME, uma empresa de dedetização, foi o depositante.

Gilmar Santos e Arilton Moura são os alvos da operação da Polícia Federal, onde, são investigados por um suposto envolvimento em um esquema que liberou verbas do Ministério da Educação.

Em um parecer do MP, que serviu como a base da operação o ex-ministro e os pastores, menciona o relatório da Controladoria-Geral da União, onde é citado que “Danilo Felipe Franco realizou três transferências bancárias a pessoas ligadas ao pastor Arilton Moura, totalizando R$ 67 mil. Os três depósitos, para Wesley, Musse e Helder, somam R$ 67 mil”.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.