BUSCAR
BUSCAR
Salário
Brasil vai completar dois anos sem política para correção do salário mínimo; veja provável valor em 2021
Piso deve crescer apenas o equivalente à inflação. Até 2018, regra previa ganho real para trabalhador
Redação / OGlobo
19/08/2020 | 07:54

O Brasil vai completar dois anos seguidos sem uma política para correção do salário mínimo estabelecida em lei. É o que afirma a matéria publicada no portal OGlobo. De acordo com a reportagem, a equipe econômica do Governo Federal não planeja criar um regra para o ajuste do piso nacional, que deve continuar crescendo apenas o equivalente a inflação do ano anterior ao reajuste, sem ganho real. Isso deve valer para 2021 e também para os próximos anos.

Ainda segundo apontado na matéria, até 2018, havia uma regra que previa um reajuste real do salário mínimo, caso houvesse crescimento da economia, e que foi usada para definir o valor do ano seguinte, 2019.

Essa norma expirou no ano de 2018 e, a partir de então, o governo apenas estabelece o valor do salário por medida provisória, sem considerar um reajuste real.

Segundo o OGlobo, em 2020, a previsão do governo é de que esse índice seja de 2,10%. Caso o número se confirme, o mínimo seria elevado dos atuais R$ 1.045 para R$ 1.067 a partir de janeiro. É esse valor, inclusive, que deve constar no Orçamento do próximo ano, que o governo envia ao Congresso no fim deste mês.

Leia AQUI a íntegra da matéria.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.