BUSCAR
BUSCAR
Mercado das rocas
12 anos de espera: comerciantes aguardam abertura do Mercado das Rocas
Fechado em 2008 para reformas, o centro comercial reabriu em 2016, mas voltou a ser fechado por problemas estruturais. Comercientes aguardam por abertura sem imprevistos
Redação
14/10/2020 | 05:22

Os corredores do Mercado das Rocas, na Zona Leste de Natal, estão preparados para receber comerciantes, turistas e demais consumidores depois de anos de obras arrastadas, reformas imprevistas e subutilização. Agora, a promessa é que o lugar volte a ter vida, mesmo ainda em meio à pandemia da Covid-19. A Prefeitura do Natal autorizou a reabertura do prédio no início do mês para ocupação dos permissionários, que têm até o dia 30 para colocar os boxes em pleno funcionamento.

O clima é de expectativa no centro comercial, que fica no coração da Zona Leste da capital potiguar. Vários compartimentos já estão sendo organizados pelos donos e o local começa a ganhar novas cores. Antônio Carlos foi abordado pela reportagem do Agora RN quando estava arrumando o próprio restaurante.

“Está diferenciado, amplo, parece um mini shopping. Acredito que vai dar certo daqui pra frente, pois o nosso maior problema foi solucionado”, afirmou Antônio Carlos.

Ele se refere ao problema do calor extremo: era tão forte que os comerciantes abandonaram o prédio. “Parecia uma sauna e a sensação era de 50ºC. Lembro que um colega vendia chocolates e todos derreteram em menos de 1 hora”, contou Antônio Carlos.

“O teto foi substituído e agora temos ventiladores disponíveis. A orientação repassada pelo pessoal terceirizado é manter as janelas abertas o dia todo, para que haja a circulação do ar”.

O Mercado foi fechado em 2008 para uma reforma geral, sendo entregue à população somente em 2016. As obras foram concluídas, mas cheias de falhas estruturais – a principal delas, o teto, que foi feito de um material de plástico e concentrava o calor dentro do ambiente.

O prédio não foi fechado novamente, porém, diante da alta temperatura, a permanência no local se tornou praticamente inviável e muitos comerciantes deixaram de oferecer os serviços dentro do edifício.

Começou então a fase de “reajuste térmico”, que perdurou até o início deste ano e, com a pandemia, a reinauguração prevista para março foi adiada para outubro. Segundo Antônio, a cobertura atual permite que o lugar fique mais arejado.

“É composta por alumínio e tem uma fibra de vidro, que ajuda a resfriar”, revelou. “Com a estrutura repensada e com a colaboração dos companheiros permissionários, o calor não será mais um incômodo e voltaremos a ter renda”.

Francisco Bezerra, o “Seu Chico”, também enxerga um futuro melhor para o Mercado, que é o lar dele há cerca de 50 anos. “Eu vendia banana no mercado da Cidade Alta, quando aconteceu o incêndio. Vim parar aqui e hoje em dia vendo embalagens”, recordou. O comerciante defende que a ocupação dos boxes é necessária para a sobrevivência do negócio. “Se não tiver quem ofereça produto, não vai ter quem compre. Precisamos de gente para as lojas”.

Dos 83 boxes disponíveis, 23 foram destinados a antigos proprietários, como Francisco. Do total, 49 permissionários manifestaram interesse na ocupação dos boxes. Os 34 restantes serão disponibilizados para locação em uma nova licitação, que ainda não tem data prevista para realização. Lá, há espaços para a venda de artesanato, salão de beleza, padaria, restaurantes self-service, cachaçarias, entre outros.

Estrutura

O Mercado das Rocas, localizado na zona Leste de Natal, foi batizado de “Francisca Barros de Morais” em homenagem a Chiquinha, da Peixada da Comadre, que fortaleceu a culinária tradicional potiguar ao longo dos últimos anos.

O prédio tem 3.715,6 mil metros quadrados de área construída e conta com dois andares, com elevador e escadas disponíveis. As vagas de estacionamento somam 50, sendo 30 para carros e 20 para motos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.